Mulher Sem Fim no Teatro da USP

0
28
Foto: Paola Bertolini

Em apresentação solo, a atriz do grupo Katharsis Teatro, Andréia Nhur (finalista do prêmio APCA de 2015 na categoria Melhor Atriz por As Estrelas São Para Sempre?) apresenta a partir do dia 26 de maio, sexta-feira, 21h, no TUSP, o espetáculo Mulher Sem Fim. Constituído por pequenos quadros narrativos, a obra propõe uma reflexão sobre a construção cultural da mulher no aspecto social, afetivo e subjetivo.

Mulher sem fim é uma experiência solo de Andréia Nhur & Katharsis Teatro. O trabalho mostra um recorte da pesquisa de Andréia Nhur junto ao Grupo Katharsis Teatro nos últimos 12 anos, em que forma e sentido agenciam o corpo em estados múltiplos e descontínuos. O gênero mulher, perpassado por uma escrita em redemoinho, inscreve-se num corpo constantemente interpelado por ecos de mulheres sopradas pelas memórias da cultura.

Com colaboração de Janice Vieira, Roberto Gill Camargo e Paola Bertolini, Nhur traz para a cena um atravessamento entre teatro, dança e música, numa estrutura dramatúrgica em abismo. A ideia de dramaturgia em abismo inspira-se na noção de narrativa em abismo cunhada em 1893 pelo escritor André Gide e faz referência a uma estrutura composta por outras estruturas de mesma natureza, em espelhamento infinito.

Gostou deste artigo? Deixe um comentário!