Pobre Super-Homem, no SP Escola de Teatro

0
36
Fotografia: Carol Miniquelli e André Martins

A peça Pobre Super-Homem, Avesso do Herói, retorna à São Paulo, em curta temporada, em parceria com a Parada Gay de São Paulo e a SP Escola de Teatro (Praça Franklin Roosevetl, 210 – Centro). O espetáculo, do aclamado autor canadense Brad Fraser, passa por uma releitura de Jean Mendonça, inspirado pela obra de Caio Fernando Abreu e de fotografias do livro “Flexões, um estudo sobre a sexualidade plural”, de André Martins e João Zambom.

Pobre Super-Homem, Avesso do Herói, trata de forma poética temas comoHIV/AIDS e identidade de gênero, assuntos ainda tratados como tabus na nossa sociedade contemporânea, com o intuito de promover uma reflexão crítica sobre essas questões sociais. Na peça, David é um artista plástico bem sucedido em crise de criatividade e decide retomar a profissão de garçom.Shannon é uma transexual infectada pelo HIV que sonha em fazer uma cirurgia de mudança de sexo. Kryla (amiga de David e Shannon) é uma jornalista bem sucedida, independente e procura entender as relações humanas. Violet e Matt, casados, são proprietários de um restaurante onde todas as personagens transitam e vivem suas histórias. A história retrata a vida, seus caminhos e a busca constante por transformações que tragam um novo sentido para nossas vidas na metrópole, tão demarcada pela virtualidade, solidão e o caos.

Temporada: Domingos: 11, 18 e 25 de junho, às 19h – Sábado, 17 de junho, às 22h
Ingressos: R$ 40,00 (inteira) – R$ 20,00 (meia) – R$ 15,00 (alunos da SP Escola de Teatro)

Gostou deste artigo? Deixe um comentário!