Confira oque abre e o que fecha em São Paulo no próximo feriado

0
18

Corpos artísticos e instituições da Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo prepararam uma série de atividades especiais no fim de semana do feriado da Proclamação da República, 15 de novembro. Todos os museus da Secretaria – Casa das Rosas, Casa Guilherme de Almeida, Catavento Cultural e Educacional, Memorial da Resistência, Museu Afro Brasil, Museu da Casa Brasileira, Museu da Imigração, Museu da Língua Portuguesa, Museu de Arte Sacra, Museu do Futebol, Estação Pinacoteca, Paço das Artes e Pinacoteca, todos na capital, e Museu Índia Vanuíre (Tupã), Museu de Esculturas Felícia Leirner – (Campos do Jordão), Museu do Café (Santos), Museu Casa de Portinari (Brodowski), Museu da Imagem e do Som e Museu da Diversidade Sexual abrem no feriado.

As Bibliotecas de São Paulo e Parque Villa-Lobos também abrem normalmente nesse feriado trazendo muitas atrações e atividades para todas as idades. Os fãs da música erudita poderão conferir o Coro da Osesp em duas apresentações pelo programa Osesp Itinerante, a Banda Sinfônica do Estado e a Temporada Osesp na Sala São Paulo, além do Tardes de Ópera, noTheatro São Pedro.  Museus também funcionam normalmente.

Confira abaixo os destaques da programação:

MÚSICA ERUDITA

Nos dias 13 e 15 tem Osesp Itinerante, sob regência de Naomi Munakata.  O Coro da Osesp se apresenta com o seguinte programa: Locus Iste e Virga Jesse de Anton Bruckner (1824-96);Abendlied, de Josef Rheinberger (1839-1901); O Heiland, reiss die Himmel auf, Op.74 nº2, de Johannes Brahms (1833-97); The Lamb (sobre o poema de William Blake), de John Tavener (1944-2013); Quatro Motetos para a Época de Natal, de Francis Poulenc (1899-1963); Pater Noster, de Heitor Villa-Lobos (1887-1959) e Claviante Brilioso, de Thomas Jennefelt. No dia 13, às 20h, a apresentação será no Auditório do CIEE e para participar é preciso se inscrever pelo site: www.ciee.org.br. Já no dia 15, a apresentação será ao meio dia, no Pátio do Colégio, no centro da cidade.

Nos dias 13 (21h) e 14 (16h30), a Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo se apresenta na Sala São Paulo, sob regência de Ryan Wigglesworth e a soprano Sophie Bevan. No programa,Quatro Últimas Canções, de Richard Strauss (1864-1949) e Sinfonia nº1 em Lá Bemol Maior, de Edward Elgar (1857-1934). Os ingressos variam entre R$45 e R$178 e podem ser adquiridos pelo site www.ingressorapido.com.br.

No dia 15, às 11h, a série Concertos Matinais traz a Banda Sinfônica do Estado sob regência de Roberto Tibiriçá e Luciano Vaz na tuba, na Sala São Paulo. No programa, Abertura Festiva, Op. 96 [Transc. Donald Hunsberger], de Dmitri Shostakovich (1906-75); Concerto para Tuba e Banda, Op.96B [Transc. R. Mark Rogers], de James Barnes e Candide: Suíte [Transc. Clare Grundman], West Side Story: Danças Sinfônicas [Transc Paul Lavander] de Leonard Bernstein (1918-1980). O concerto é gratuito e os ingressos estarão disponíveis na bilheteria do 1º subsolo da Sala São Paulo a partir do dia 9/11, limitados a quatro por pessoa. A partir de cinco ingressos, será cobrado R$ 2,00 cada. No dia do concerto, havendo disponibilidade, a distribuição de ingressos será a partir das 10h, limitado a um por pessoa.

No Theatro São Pedro haverá a Série Tardes de Ópera no domingo, 15/11. Às 17h será apresentado Fidelio de Ludwig van Beethoven. Sua única obra teatral, conta a história de Pizarro, governador de uma aldeia medieval, que sequestra o aristocrata espanhol Florestan, afirmando que ele está morto. Sua esposa, Leonora não acredita na versão contada pelo governador e decide se disfarçar de homem para salvar a vida do marido. Ela se torna Fidelio, o auxiliar do carcereiro chefe da prisão. Os ingressos são gratuitos e podem ser retirados na bilheteria do Theatro São Pedro uma hora antes do espetáculo.

MUSEUS

No domingo, dia 15 de novembro, o Museu da Língua Portuguesa, promove a atividade educativa “Transformando os objetos: construção de brinquedos com materiais recicláveis”.  Em uma oficina dirigida pelo núcleo educativo do museu, os participantes são convidados a usar a criatividade para trabalhar com objetos descartados no dia-a-dia, que ganham novos significados e se transformam em brinquedos para as crianças. A atividade acontece das 14h às 15h, no hall do terceiro andar. A faixa etária é acima de 5 anos.

No Museu do Futebol, acontecem duas oficinas tendo como temática a consciência negra. No sábado, dia 14, das 14h às 15h30 o Núcleo de Ação Educativa desenvolveu a atividade “Qual jogador sou eu?” sobre a vida de alguns jogadores negros que fizeram parte da história do futebol brasileiro e vivenciaram – e vivenciam – as transformações sociais refletidas dentro do esporte. No domingo, dia 15, das 11h às 12h30, acontece o jogo educativo Mapa Mundi, que busca desenvolver com o público uma reflexão a respeito da centralização dos jogadores de futebol no mercado europeu, enfatizando as transferências de jogadores negros, sobretudo africanos, e o caráter altamente comercial atingido pelo futebol no século XXI. A classificação é livre.

A partir da sexta-feira, dia 13 de novembro, o público do Museu Afro Brasil poderá conferir a exposição “Do Pó da Terra”. Com 50 imagens em preto e branco feitas pelo fotógrafo Mauricio Nahas no Vale do Jequitinhonha, em Minas Gerais. A mostra, que tem curadoria de Diógenes Moura, faz parte de um projeto que envolve o lançamento de um livro de fotografias e de um longa documentário, todos produzidos com um mesmo objetivo: revelar quem são e como vivem os artistas da região, em sua maioria mulheres. Já no dia 14, às 14h, o Museu promove a Oficina Escrita criativa. Como parte da programação relativa à exposição Carolina em Nós, o Ilú Oba de Min realizará junto aos visitantes do Museu Afro Brasil a oficina de escrita criativa com base na trajetória de vida, nas composições e nos livros desta grande escritora negra brasileira. Inscrições pelo e-mail: [email protected]

O Museu da Diversidade Sexual, localizado no Metrô República, também estará aberto para visitação no dia 15 com a Mostra Diversa. A exposição traz um panorama contemporâneo de projetos culturais inovadores sobre identidades de gênero e orientações sexuais. Ela é composta por nove projetos de artistas de todo o Brasil, que trazem visões derivadas de vivências distintas e abordam de maneira profunda a luta contra o preconceito e a busca pela visibilidade LGBT. A entrada no Museu é gratuita e a mostra pode ser visitada até 29/11.

BIBLIOTECAS

No sábado e domingo (feriado) haverá atividades para toda a família nas Bibliotecas de São Paulo e Parque Villa-Lobos, tais como tabuleiro de jogos e contação de historias para bebês e crianças. As atividades começam às 9h e vão até o fechamento das bibliotecas às 19h. Entre as companhias convidadas estão a Grupo Mãos de Fada e Cia. Cromossomos.

No sábado, dia 14, a Biblioteca Parque Villa-Lobos recebe, às 11h, no programa Segundas Intenções a escritora Cíntia Moscovich para um bate-papo com o público sobre sua carreira e literatura. A mediação será de Manuel da Costa Pinto.

No feriado, domingo (15/11), as duas bibliotecas oferecem programação gratuita que faz parte do programa Domingo nos Parques, com contação de histórias e mediação de leituras em tendas montadas nos parques. O Domingo nos Parques será das 11h às 16h, no Parque Villa-Lobos, com o grupo Poesia no Espaço e na Biblioteca de São Paulo será das 11h30 às 16h, com a Cia Lira dos Anjos. Não é necessária inscrição para participar das sessões. Caso chova, as ações serão realizadas dentro das bibliotecas. Informações nos sites www.bsp.org.br ewww.bvl.org.br.

Além disso, como atração especial do dia 15, a Biblioteca de São Paulo receberá a apresentação da Orquestra de Cordas do Projeto Guri, às 15h, que executará clássicos da música erudita, como composições de Mozart, Henry Purcell, além de trechos da ópera Porgy and Bess de George Gershwin.

FÁBRICAS DE CULTURA

As Fábricas de Cultura continuam com sua programação normal no feriado, com atividades diversas para todas as idades.  Nos dias 14 e 15, a unidade da Vila Nova Cachoeirinha recebe o Ilumanime, um festival geek que irá promover apresentação de cosplayers, otakus e animes, além de oferecer estandes de game para os participantes. É necessário realizar inscrição pelo site www.ilumanime.com.br e a entrada custa 1 quilo de alimento não-perecível ou um livro em bom estado.

No Capão Redondo o dia também será agitado, com a 4ª edição do “Samba na Fábrica”, que recebe o Projeto Samba da Vila, o professor de dança Felipe Afonso e o grupo Só Pra Distrair. O evento acontece no dia 15, a partir das 18h e tem entrada gratuita. Nas unidades da zona leste, a programação do feriado é voltada para Consciência Negra, com uma oficina de criação de máscaras africanas (Vila Curuçá, o dia todo), e uma roda de conversa sobre artistas africanos (Cidade Tiradentes, às 11h e às 16h). As unidades de Sapopemba e Itaim Paulista também estarão com as bibliotecas abertas e realizando sessões de cinema para o público.

Gostou deste artigo? Deixe um comentário!