São Paulo receberá quase 400 blocos no carnaval de rua deste ano

0
8

Sim, a maior cidade do país já é referência no quesito carnaval de rua. Ano passado foram mais de 300 blocos, e em 2017 houve um aumento significativo nessa contagem. A Secretaria Municipal de Cultura recebeu o cadastramento de quase 500 blocos. Desse total, sairão às ruas da capital paulista 391 blocos, dentro do calendário oficial de carnaval de rua.

 

Ao todo foram 495 cadastros. O número total de manifestações deve subir, pois em alguns bairros há pequenos desfiles tradicionais que não fazem parte do cadastro informado pela Prefeitura.

Carnaval de rua do ano passado

Quase 2 milhões de pessoas foram às ruas nos desfiles dos bloquinhos em 2016. Além dos mais de 300 blocos, que desfilaram por diferentes bairros, palcos montados em pontos distintos da capital receberam grandes artistas, que completaram a festa.

Foi uma ação ligada ao projeto de descentralização cultural, em que a cinco palcos foram montados, e neles subiram nomes da música como Alcione, Orquídeas do Brasil, Rita Benneditto, Paula Lima, Moraes Moreira, entre outros.

O Carnaval de Rua deste ano

Além dos blocos, dois palcos fixos serão montados no Vale do Anhangabaú, região central da cidade, e no Largo da Batata, região oeste. Esses palcos terão programações culturais entre as 19h e as 23h, dos dias 18, 19, 25, 26 e 27 de fevereiro. A Praça das Artes, na região central, também receberá shows e outras atividades na tarde do dia 18.

O percurso do carnaval de rua 2017

O calendário oficial prevê programação entre os dias 17 de fevereiro e 5 de março, e nesse período os blocos desfilarão por vários bairros. A Secretaria de Cultura informou que já realizou a checagem dos cadastros, e passou os dados para a Companhia de Engenharia de Tráfego, CET, e subprefeituras, que farão o planejamento dos respectivos percursos.

E você leitor do Vá de Cultura, gostou dessa dica? Conta pra gente o que achou deixando um comentário aqui no artigo. Não esqueça de curtir a página do Vá de Cultura no Facebook, e interagir com a gente usando a hashtag #vádecultura em suas redes sociais.

Gostou deste artigo? Deixe um comentário!