Exposição para cegos apresenta fotos em 3D sobre Andrea Bocelli no MIS

0
15
Foto do cantor Andrea Bocelli

Entre os dias 12 e 22 de Outubro, o MIS, Museu de Imagem e Som de São Paulo, receberá a mostra fotográfica “De Fotografia à Tactography”, exposição que retrata o tenor italiano Andrea Bocelli e o bailarino brasileiro Denis Vieira, de forma totalmente acessível aos deficientes visuais.

Acessibilidade: Este artigo possui links que abrem em uma nova aba e uma versão em áudio que pode ser acessada por meio do player abaixo:

A “De Fotografia à Tactography” apresenta uma forma não-convencional de apreciar uma mostra fotográfica. Enquanto nos museus convencionais somos constantemente instruídos a não tocar as obras, essa exposição inova, ao incentivar o visitante a fazer o oposto. Para compreender as peças, que são feitas a partir da tecnologia tactography, é necessário tocá-las. Os deficientes visuais podem “ver” as imagens pelo tato.

A exposição será dividida em três seções, duas destacaram o tenor italiano Andrea Bocelli e o brasileiro Denis Vieira, enquanto a outra é dedicada a cinco obras de autoria do fotografo Gabriel Bonfim, que propõe um olhar especial sobre pessoas em seus arredores.

O que é tactography

A tactography é uma técnica que cria imagens em auto-revelo. No caso desta mostra, o artista retrata momentos em que, tanto Andrea Bocelli, quando o brasileiro Denis Vieira, se exibem em performances artísticas. São concepções físicas, em 3D, criadas a partir de fotos escaneadas destes artistas. Dessa forma o deficiente visual pode entender a exposição por meio do toque. Já aquelas pessoas que enxergam normalmente, verão imagens brancas, em alto-relevo, como uma obra de arte. A ideia é criar um senso de igualdade entre as pessoas que podem e as que não podem enxergar.

Foto de uma obra em Tactography

Descrição da imagem #praCegoVer: Foto de uma obra em Tactography. O quadro é todo branco, e em alto relevo. Na imagem está o músico Andrea Bocelli tocando piano.

Acessibilidade além das obras

A acessibilidade não se restringe à parte artística da exposição. Há também um cuidado para que todo o ambiente seja acessível. Além das fotografias em alto-relevo, o chão da sala será equipado com guias especiais, também em alto-relevo. Dessa forma as pessoas portadoras de algum tipo de deficiência visual terão maior facilidade e segurança na locomoção.

Além de retratar momentos de Andrea Bocelli, a exposição retratará também a carreira do jovem Bailarino joinvilense, Denis Vieira, que é formado na Escola de Teatro Bolshoi de Joinville, única extensão internacional do mundialmente famoso Teatro Bolshoi de Moscou. Denis ingressou no grupo de Balé da Ópera de Zurich, Suiça, em 2014, tornando-se assim uma das maiores referências do balé no Brasil.

Andrea Bocelli, perda da visão

O cantor italiano Andrea Bocelli se consagrou como uma das principais vozes da música mundial. Bocelli nasceu com glaucoma congênito, doença que lhe tirou parcialmente a visão. Com doze anos de idade, após sofrer um golpe durante uma partida de futebol, Andrea perdeu completamente a visão.

Andrea Bocelli no Brasil

Aproveitando o clima da exposição, São Paulo recebe, no mês de outubro, dois shows do tenor Andrea Bocelli. As apresentações fazem parte da turnê Cinema World Tour, em que o cantor interpretará famosas canções que fizeram história no cinema mundial. Os shows acontecerão no Allianz Parque, nos dias 12 e 13 de outubro.

Ainda no Brasil, Bocelli se apresentará em um evento gratuito no dia 15 de outubro, no Santuário de Aparecida, durante o evento Primavera do Vale. Antes de se despedir do Brasil, o cantor ainda fará uma última apresentação em Curitiba, no dia 19.

De Fotografia à Tactography
Quando: 12 à 22 de outubro
Horário: Terças a sábados, das 12h às 21h; domingos e feriados, das 11h às 20h
Onde: MIS – Museu da Imagem e do Som de SP
Endereço: Avenida Europa, 158 – Jardim Europa – São Paulo – SP
Ingressos: #VáDeGraça

Gostou deste artigo? Deixe um comentário!