Projeto ‘Quartas Musicais’ promove três shows gratuitos no Teatro do SESI

0
197

Em outubro, as Quartas Musicais trazem as promessas da música alternativa nacional e internacional para agitar as noites de quarta-feira da avenida Paulista. Na programação estão shows do grupo recifense Mombojó, no dia 7/10, e do power-trio paulistano O Terno, no dia 14/10. O último a se apresentar no Teatro do Sesi-SP é o conjunto de reggae dinamarquês Raske Penge e Klumben, no dia 21/10.

Abrindo a programação do mês, o show do grupo Mombojó promete trazer o melhor dos ritmos regionais do Nordeste, misturados com uma certa dose de rock, hip-hop, funk e eletrônica. O espetáculo Alexandre, homônimo do quinto disco recém-lançado do conjunto, traz 11 canções, dentre as quais as mais conhecidas Faaca, Deixe-se Acreditar e Antimonotonia.

O quinteto formado por Felipe S. (voz e guitarra), Chiquinho Moreira (teclado e synths), Marcelo Machado (guitarra), Missionário José (baixo) e Vicente Machado (bateria) desde 2001 é um dos expoentes do movimento manguebeat, que surgiu na década de 90 com o falecido guitarrista da Nação Zumbi, Chico Science, e o também guitarrista Robertinho de Recife, mesclando a cultura regionalista e a música moderna contemporânea.

Na outra semana a apresentação fica por conta da banda de O Terno, um power-trio de rock-pop-alternativo. O power-trio é o nome dado ao formato de banda popularizado na década de 60 de rock’n roll, geralmente composto por uma guitarra, um baixo e uma bateria.

Considerado uma das bandas da “geração da internet”, o grupo formado por Tim Bernardes (voz e guitarra), Guilherme d’Almeida (contrabaixo), Gabriel Basile (bateria) integra o selo coletivo Risco, que busca disseminar a música independente brasileira. Suas composições vão desde o rock intenso e psicodélico, até baladas introspectivas, passando pelo Brega dos anos de 1970, marcado pelo experimentalismo, característica do conjunto. No repertório deste show estarão canções do novo álbum O Terno, além das músicas O Cinza, Ai, Ai, Como Eu me Iludo e Desaparecido.

Por fim, o show da banda de reggae dinamarquesa Raske Penge & Klumben, no dia 21 de outubro, será rara oportunidade de ouvir ritmos conhecidos, mas em um idioma totalmente diferente e capaz de produzir uma sonoridade singular. Esta é a primeira vez que o grupo vem ao Brasil, e para não deixar ninguém de fora, um intérprete fará introdução dos conteúdos das músicas em português.

O repertório é uma parada de sucessos dinamarqueses, cheio de novidades e de curiosidades, prometem mexer com a audiência brasileira – vale a pena prestar atenção na música sobre o guaraná dinamarquês Faxe Kondi. Ao ouvir esse single, que rendeu ao grupo prêmios de Hit do Ano, em 2012, no Gaffa Premio Show, da importante revista nacional Gaffa, e, em 2013, da P3 Guld e da Zulu Awards 2013, respectivamente da mais popular rádio e do maior canal jovem de TV daquele país, é quase impossível não querer sair dançando por ai.

Em 2013 o conjunto formado pelos vocalistas Klumben e Raske Penge, David Ciccia (bateria), Morten McCoy (teclados), Jacob Mortensen(baixo), Steve Borth (teclados e saxofone) e Jeppe Starcke (percussão) ganhou o prêmio Steppeulven na categoria Melhor Banda ao Vivo do Ano, dado pelos jornalistas e críticos da área, no seu país de origem.

As reservas antecipadas on-line para as apresentações de Mombojó e O Terno já podem ser realizadas pelo site www.sesisp.org.br/meu-sesi. As reservas para show do Raske Penge & Klumben começam no dia 10 de outubro, a partir das 8h. Os ingressos remanescentes serão distribuídos nos dias do espetáculo, a partir das 13h, horário de abertura da bilheteria.

Sobre o projeto Quartas Musicais

As tradicionais noites musicais do SESI-SP estão de volta à cena paulistana em 2015. Os espetáculos apresentam um panorama da atualidade no cenário brasileiro, trazendo ao palco artistas de destaque, nomes consagrados e jovens revelações. Já passaram pelo palco do Teatro artistas como Nando Reis, Toquinho, Pato Fu, Fernanda Porto, Ultraje a Rigor, Paula Lima, Leo Jaime, Ed Motta, Dado Villa-Lobos, além dos internacionais Scott Henderson, Stanley Jordan, Trevor Watts, entre outros.

Gostou deste artigo? Deixe um comentário!