Sessão Azul promove cinema para crianças com distúrbios sensoriais

0
73
Foto de mãe e filho assistindo a um filme na Sessão Azul. Foto de Lidiane Mallmann

O projeto Sessão Azul possibilita que crianças com distúrbios sensoriais e seus pais possam ir ao cinema, e auxilia as famílias na adaptação ao convívio em novos espaços e atividades culturais.

Acessibilidade: Este artigo possui links que abrem em uma nova aba. Este artigo possui uma versão em áudio, que você pode ouvir utilizando do Player abaixo.

Ir ao cinema, além de ser uma atividade cultural, às vezes é uma baita terapia, principalmente naquele finalzinho de domingo, em que assistir a um filme pode ser algo totalmente revigorante. Mas uma atividade que parece tão simples para alguns, pode ser um pouco mais complexa para outros. Crianças com distúrbios sensoriais, por exemplo, podem se incomodar com a escuridão das salas de cinema, com o barulho, e a agitação resultante criará um mal estar para ela, transformando a experiência de lazer em algo traumático.

O projeto Sessão Azul promove, em seis cidades do país, sessões de cinema adaptadas para crianças com distúrbios sensoriais. Pelo menos uma vez por mês, em parceria com as redes Kinoplex, Cinemaxx, Centerplex e Cinesystem, algumas salas de cinema são adaptadas para uma exibição diferenciada, em que as crianças e seus familiares assistirão a um filme infantil, com as luzes levemente acesas, som mais baixo, e livres para caminhar, dançar, cantar e gritar à vontade.

Mais do que uma simples sessão

Não se trata apenas de sessões adaptadas. O objetivo do projeto é que essas atividades possibilitem a ambientação da criança com este ambiente cultural, permitindo e encorajando que ao longo do tempo estas crianças e suas famílias venham a frequentar as sessões regulares de cinema. É uma forma de inserir essa atividade cultural na rotina da família, abrindo novos horizontes e possibilidades de lazer, funcionando inclusive como uma extensão ao trabalho terapêutico realizado com a criança e o engajamento dos pais no processo de tratamento.

Quais filmes são exibidos na Sessão Azul

A temática é infantil, e o filme exibido em cada sessão é sempre escolhido pelo público, por meio de uma votação online. A enquete colocará à disposição do público pelo menos dois filmes para que sejam votados. Os filmes da Sessão Azul são dublados, e exibidos em 2D. As sessões não têm trailers nem propagandas comerciais, e são realizadas em horários que favorecem à rotina da criança, geralmente pela manhã.

Acompanhamento de profissionais

Profissionais devidamente capacitados e habilitados fazem o acompanhamento das sessões e dão suporte às famílias, transformando a Sessão Azul em uma espécie de treinamento, auxiliando as crianças na adaptação do ambiente de cinema, e ajudando os pais, orientando-os em como lidar com as dificuldades de adaptação da criança em novos ambientes.

Próximas sessões

Até agora o projeto Sessão Azul já realizou 19 sessões adaptadas, recebendo cerca 1.300 pessoas, cerca de 160 pessoas por sessão. Foram 13 sessões no Rio de Janeiro, sendo 11 de cinema e 2 de teatro; 4 em São Paulo e 2 no Espírito Santo.

Agora no final de julho, dias 30 e 31, duas novas sessões serão apresentadas em Goiânia e Brasília, nos cinemas da rede Kinoplex. As duas acontecerão às 10h30 da manhã, e o filme a ser exibido poderá ser escolhido pelo público no site da Sessão Azul. Os ingressos estarão a venda após a conclusão das enquetes na bilheteria do cinema e no site Ingresso.com.

Gostou deste artigo? Deixe um comentário!