Novo filme de Mulher Maravilha começa a ser gravado em novembro em UK

0
13

Depois de Batman Vs Superman, mais uma peça do quebra-cabeças do Universo DC começa a ser produzido. No final de novembro começam as filmagens de “Mulher Maravilha”. A heroína fará uma aparição no início do filme “Batman e Superman: Alvorecer da Justiça”, que tem estréia marcada para 24 de março de 2016, mas seu filme próprio só será lançado em 23 de junho de 2017.

O filme da Mulher Maravilha será um prequel de a Liga da Justiça parte 1, e deverá estrear em 2017. O produtor Charles Roven revelou, em entrevista ao site Collider, que tanto a Mulher Maravilha, quanto a Liga da Justiça parte 1, serão filmados em grande parte no Reino Unido.

O que já se sabe sobre a trama, segundo o site Heroic Hollywood, é que a saga será divida em três períodos: Grécia Antiga, I Guerra Mundial e Dias Atuais.

A trama será focada em uma guerra milenar entre as Amazonas e o Deus da Guerra, Ares, personagem que rouba uma espada a qual tem o poder de transformá-lo no Deus mais poderoso de todo o Olimpo. A espada está com seu poder bloqueado pelas Amazonas, e Ares pretende iniciar a Terceira Guerra Mundial, tentando espalhar o terror e utilizando a “energia” das milhares de mortes para conseguir desbloquear o poder supremo da espada. Após o artefato sumir, Diana ressurge nos dias de hoje tentando encontrá-lo. Batman deverá aparecer no filme, numa batalha épica contra o Deus Ares e o seu exército.

O filme terá Gal Gadot no papel da princesa Diana. Nicole Kidman está em negociações para interpretar Hipolita, a rainha das Amazonas, mãe da Mulher Maravilha, e Chris Pine, de Star Trek, será Steve Trevor, afair da protagonista.

O elenco conta também com Saïd Taghmaoui, que segundo boatos, pode vir a ser mais um herói na trama. O filme será dirigido por Patty Jenkins, substituto de Michele MacLaren, que deixou o cargo por diferenças criativas com o estúdio. Para saber mais sobre os lançamentos da DC e ficar sempre ligado nas novidades do cinema corta a página do Vá de Cultura no Facebook clicando aqui.

Gostou deste artigo? Deixe um comentário!