Cine Lacaneando na Casa Guilherme de Almeida

0
25

Apresentar clássicos do cinema, seguidos por debates com profissionais de diversas áreas do conhecimento. Este é o Cine Lacaneando, que acontece na Casa Guilherme de Almeida, instituição da Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo gerenciada pela Poiesis, e nos dias 13 de maio e 10 de junho às 14h, exibe Orestes e Ralé.

Do diretor Rodrigo Siqueira, o documentário Orestes (2015) apropria-se da história de Ésquilo – dramaturgo grego – e promove seu encontro com a história do Brasil. E se Orestes fosse brasileiro, filho de uma militante política com um agente da ditadura militar infiltrado? A trama usa um júri simulado para investigar como a ditadura militar deixou marcas profundas nas narrativas oficiais e na subjetividade dos brasileiros. Após o filme acontece debate com a psicanalista Maria Lúcia Homem, do Núcleo Diversitas (USP) e Reinaldo Cardenuto, professor de História do cinema na FAAP e membro do corpo editorial da Significação: revista de Cultura Audiovisual (USP).

A obra de junho, Ralé (2015), de Helena Ignez, conta a história de um barão ex-viciado em heroína (Ney Matogrosso) que decide fundar uma seita ligada aos rituais com ayahuasca, chá alucinógeno do Santo Daime. Uma investigação sobre a alma brasileira, com reflexões sobre questões existenciais, individualidade sexual e direito de liberdade. O título do filme é uma referência à peça do escritor russo Máximo Gorki. A conversa pós-filme é com a diretora Helena Ignez, cineasta com mais de cinco décadas de produção, e o psicanalista e escritor Renato Tardivo.

A atividade acontece na Sala Cinematographos, que busca promover a discussão sobre a linguagem cinematográfica a partir de sessões gratuitas seguidas de conversas com especialistas, cursos e oficinas.

Helena Ignez é atriz e cineasta com mais de 50 anos de produção nos vários campos das artes cênicas e cinematográficas. Participou de inúmeros filmes do Cinema Novo até começar uma parceria criativa com Rogério Sganzerla.

Maria Lucia Homem é psicanalista, pesquisadora do Núcleo Diversitas (USP), professora da FAAP e da Casa do Saber. Pós-graduada em Psicanálise e Estética pela Universidade Paris VIII e doutora em Teoria Literária e Literatura Comparada pela USP, é idealizadora do PANCINEMA.

Reinaldo Cardenuto possui mestrado em Ciências da Comunicação e doutorado em Meios e Processos Audiovisuais (USP). Atualmente é professor de História do Cinema na FAAP e membro do corpo editorial da “Significação: revista de Cultura Audiovisual (USP)” .

Renato Tardivo é psicanalista e escritor. Mestre e doutor em Psicologia Social pela USP, é autor do ensaio “Porvir que vem antes de tudo – literatura e cinema em Lavoura Arcaica”, da novela “Castigo” e dos volumes de contos “Do avesso”, “Silente” e “Girassol voltado para a terra”. Colabora regularmente com a revista Cult e Observatório de Imprensa.

 

SERVIÇO:

Cine lacaneando
Orestes (2015) | 13/5, sábado às 14h
Inscrições: http://bit.ly/2pPkGfA

Ralé (2015) | 10/6, sábado às 14h
Inscrições: http://bit.ly/2opUaIv

Casa Guilherme de Almeida
Anexo: Rua Cardoso de Almeida, 1943
Telefone: (11) 3673-1883 / 3672-1391
De terça a domingo, das 10h às 18h.
Site: www.casaguilhermedealmeida.org.br

Gostou deste artigo? Deixe um comentário!