Filme sobre o Bozo mostrará sexo, drogas e luta do ator por reconhecimento

0
73

O Bozo, uma das figuras mais famosas da televisão brasileira, terá sua história contada em filme da Warner Bros. Pictures Brasil. Por questões legais, o nome do palhaço teve de ser substituído por Bingo. O longa se chama ‘Bingo, O Rei das Manhãs’.

O roteiro foca na história de vida do ator Arlindo Barreto, o homem por trás da maquiagem. E se a sua ideia é levar seu filho para assistir, melhor repensar. O filme será bem pesado. A trama mostrará a rotina de sexo, drogas e a luta do ator por reconhecimento.

LEIA TAMBÉM: Filme sobre Voldemort foi produzido com dinheiro de financiamento coletivo

Pesado

No filme, o personagem interpretado por Vladimir Brichta aparecerá usando drogas e participando de orgias, deixando claro que a rotina dos bastidores e da vida privada do icônico Bozo era bem diferente daquela alegria e carisma transmitidos ao público infantil nas manhãs da década de 1980.

Frustração e audiência

No Brasil, o programa fez parte da grade do SBT entre os anos 1980 e 1991. A grande frustração de Barreto era o seu anonimato. Enquanto o palhaço Bozo era um fenômeno conhecido por todos, o ator era um mero coadjuvante, escondido pela maquiagem branca e pelo nariz vermelho. Ninguém sabia quem era o intérprete.

Uma cláusula do contrato com a emissora proibia que sua identidade fosse revelada. No trailer, uma cena mostrará seu filho questionando sobre isso. Ele diz: “De que adianta ser o Bingo (Bozo) se eu não posso contar pra ninguém que ele é o meu pai?”.

Conversão

Enquanto ainda interpretava o Bozo, Barreto sofreu um grave acidente de carro. O trauma fez com que se tornasse evangélico. Numa entrevista à colunista Patrícia Kogut, do jornal O Globo, ele contou só ter autorizado a produção do longa porque mostra a sua conversão.

Se o longa ficasse folia por folia não teria propósito. Queria mostrar o poder que Deus tem. Antes, acreditava que, se chegasse ao topo do sucesso, conquistaria a paz que tanto sonhava. Mas caí numa roda viva que foi justamente o contrário”, diz ele.

Ouvi a palavra de Deus, que tem uma força espetacular. Não senti mais vontade de beber, fumar maconha ou usar cocaína. Isso modificou a minha vida.”, completa.

O programa do Bozo

O personagem original foi criado nos Estados Unidos, em 1946, por Alan Livingston. Logo se tornou sucesso em vários países. No Brasil, o programa estreou no SBT em 1980.

Gostou deste artigo? Deixe um comentário!