Vá de Cultura
Publicidade

Conheça o projeto Teatro Sérgio Cardoso Digital

Conheça o projeto Teatro Sérgio Cardoso Digital
Divulgação
Publicidade

Sempre na vanguarda durante suas quatro décadas de existência, o Teatro Sérgio Cardoso, espaço ligado à Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo e gerido pela Organização Social Amigos da Arte, chegará ao público com uma iniciativa especial. A partir do dia 8 de abril, tem início o projeto Teatro Sérgio Cardoso Digital com a peça “A Despedida”. Todas as apresentações gravadas no espaço serão transmitidas com o objetivo de criar soluções para a realização de eventos online.

O objetivo do Teatro Sérgio Cardoso Digital é democratizar o acesso à cultura, já que públicos de todo o mundo poderão prestigiar a sua programação, além de oferecer uma maneira segura para a fruição de espetáculos, mantendo a população conectada com a arte durante o período de isolamento social. A proposta é um caminho a ser seguido mesmo após a retomada das apresentações presenciais, que também se manterão no formato online para maior difusão da cultura.

“A importância do teatro ultrapassa fronteiras, a transmissão online permite justamente este acesso amplo. A Amigos da Arte, como instituição cultural que atua há mais de 15 anos na difusão da arte, temos esta missão – a de ampliar o acesso de conteúdos artísticos”, afirma Danielle Nigromonte, diretora-geral da Amigos da Arte.

Além disso, segue em curso a programação da plataforma #CulturaEmCasa (www.culturaemcasa.com.br), criada pela pasta estadual e também e gerida pela Amigos da Arte, que oferece centenas de eventos artísticos de diversas naturezas, como dança, teatro, música e performance.

 

Sobre o Teatro Sérgio Cardoso

Em julho do ano passado, o teatro inovou e lançou a série Teatro Sérgio Cardoso 40 anos. Compositores, músicos, cantores e atores foram convidados a se apresentar no teatro vazio. Uma experiência única para cada um deles e também para quem acompanhou a série pela plataforma #CulturaEmCasa. Ana Cañas, Simoninha, Raul Barreto, Nasi, Dexter, Sérgio Britto, Prettos, Chico César e a atriz Lara Córdulla são alguns dos nomes que estão nesta série.

O Teatro Sérgio Cardoso foi inaugurado em 13 de outubro de 1980, com o espetáculo Sérgio Cardoso em Prosa e Verso, uma homenagem ao ator, morto em 1972 . No elenco, a ex-esposa Nydia Licia, Umberto Magnani, Emílio di Biasi e Rubens de Falco, sob a direção de Gianni Rato. A peça Rasga Coração, de Oduvaldo Viana Filho, protagonizada pelo ator Raul Cortez e dirigida por José Renato, cumpriu a primeira temporada do teatro.

Segundo pesquisa do crítico José Cetra, a história do espaço começa em 1914 com a inauguração do Cine Teatro Esperia, que funcionou até 1952 na rua Conselheiro Ramalho, no Bixiga. Em 1954, dois anos após o fechamento do Esperia, Sérgio Cardoso e sua esposa Nydia Licia avistaram o casarão abandonado e se inspiraram a criar um novo espaço cultural no local. No dia seguinte eles fizeram contato com os proprietários do imóvel, buscaram parceiros e em 1956 fundaram o Teatro Bela Vista, com o objetivo de ser o mais moderno da cidade de São Paulo. A primeira peça apresentada foi Hamlet, Príncipe da Dinamarca. Sérgio Cardoso foi o primeiro diretor brasileiro a dirigir e interpretar um texto de Shakespeare em São Paulo.

 

Agenda

Abril

A Despedida – De 8 de abril a 9 de maio. Quinta a domingo, 20h

Genealogia Celeste de uma Dança – De 12 de abril a 5 de maio. Segundas, terças e quartas, 20h

Só se fechar os olhos – 24 de abril, sábado, 16h

Além do gesto – 25 de abril, domingo, 16h

Maio

Bonita Lampião – Estreia dia 6, quinta-feira, às 20h

Propriedades Condenadas

Junho

Monstro – Estreia dia 1º, terça-feira

Redação

Publicidade
Publicidade
/* ]]> */