Vá de Cultura entrevista o elenco da ópera Onde Vivem Os Monstros

0
75
Foto de uma cena da ópera Onde Vivem o Monstros

São Paulo recebe no mês de outubro a montagem Onde Vivem os Monstros, uma das mais esperadas peças de teatro do ano. A ópera ficará em cartaz, em curta temporada no Theatro São Pedro, que programou a atração para celebrar o mês das crianças. Mas os adultos também são muito bem-vindos a embarcar nessa imperdível aventura. A repórter Anna Lia Baudracco traz neste artigo uma resenha sobre a peça, e uma entrevista exclusiva com a soprano Roseane Soares. Bos leitura!

Onde Vivem Os Monstros

Onde Vivem os Monstros, ópera de Oliver Knussen, é uma adaptação do livro com o mesmo nome, escrito em 1963 por Maurice Sendak e que conta a história de Max, um menino que, apesar de doce, age impulsivamente quando percebe que as coisas não acontecem do jeito que ele deseja. Ao se desentender com sua mãe, sua imaginação o leva para um lugar habitado por um grupo de monstros e lá ele se torna rei.

A ópera conta com a direção musical e regência de André dos Santos, direção cênica de Caetano Pimentel e cenografia de Giorgia Massetani. No elenco principal a soprano Roseane Soares dá vida ao personagem de Max e a mezzo soprano Andréia Souza interpreta Mama.

Onde Vivem os Monstros – Entrevista

A soprano Roseane Soares, que faz parte do elenco estável do Theatro São Pedro, nos concedeu com exclusividade uma entrevista e nos contou um pouquinho de como estão os preparativos para a Ópera.

  1. Como se deu a escolha de montar essa Ópera?

Roseane: Infelizmente eu não tenho acesso e conhecimento sobre questões administrativas como a escolha de repertório do Theatro. Entretanto consigo imaginar o porquê. Na temporada do ano passado foi feita a ópera “Os irmãos Grimm” (The brothers Grimm, de Dean Burry) no theatro São Pedro em outubro, uma montagem voltada para o público infantil. Foi um sucesso. Tive a sorte, a honra e o prazer de participar dessa produção linda. Em todas as récitas vimos a plateia lotada de crianças com suas famílias, divertindo-se e participando da ópera conosco. Todos os envolvidos na produção ficaram muito felizes com o resultado e lembro-me bem do quão gratificante foi para nós a possibilidade de fazer um trabalho assim, contribuindo com a formação de público e aproximando as crianças (e suas famílias) da ópera. O maestro Luiz Fernando Malheiro sempre nos surpreende com a escolha do repertório nas

temporadas que ele idealiza, seja pelo ar de “novidade” (escolhendo títulos desconhecidos no Brasil), pela qualidade da música apresentada, pela experiência do elenco ou até por apostar em novos nomes do Canto Lírico. Imagino que ele escolheu a ópera “Onde vivem os monstros” (Where the wild things are, de Oliver Knussen) por tudo isso também: é um título desconhecido do público brasileiro, é voltada para o público infantil e dá-nos a possibilidade de repetir o sucesso do ano passado, enchendo novamente o Theatro São Pedro de olhinhos atentos e ouvidos curiosos!

  1. Como estão os preparativos?

Roseane: Os preparativos foram iniciados já há algum tempo. Por enquanto trabalhamos em grupos separadamente. Henrique Villas Boas trabalhou com o texto original (em inglês) e nos entregou uma bela e fiel versão em português. Giorgia Massetani e sua equipe estão a todo vapor com a confecção dos “Monstros”, Laura Françozo com suas companheiras costureiras e modelistas concentram-se nos figurinos, os atores trabalham sob a orientação de Caetano Pimentel. Cada cantor fez a sua preparação inicial junto aos seus professores – e nisso só tenho a agradecer pelo apoio do meu grande orientador Luiz Alberto Faria – para depois passar pelo trabalho junto ao pianista dessa produção, Renan Branco. Nesse momento também tivemos o auxílio de Daniella Carvalho, orientadora de técnica vocal da Academia de Ópera Theatro São Pedro. Logo depois ensaiamos com nosso maestro André dos Santos e seu assistente Pedro Messias. Ainda teremos um bom período de ensaios pela frente até que tudo esteja pronto para unir-se no palco com a turma toda que trabalha nos bastidores, maquinário e coxias. A equipe toda é muito boa e engajada em fazer a melhor ópera possível, meus companheiros “monstros” Gustavo Lassen, André Rabello, Cecília Massa, Eduardo Fugita, Daniel Umbelino e a “mãe” Andreia Souza, junto a mim, têm um grande desafio pela frente, mas temos certeza de que será uma produção linda.

  1. O que o público pode esperar da Ópera?

Roseane: Ainda temos um bom período de ensaios pela frente e não é possível dizer, com certeza, qual será o resultado final. Contudo imagino, até pela direção de Marcelo Gama, que podemos esperar por uma ópera dinâmica, cheia de vida, que convida à fantasia e à imaginação. A música de Oliver Knussen – contemporânea e divertida – já tem todas essas características em si e com certeza será apreciada pelo público. Sóposso dizer que, seja criança ou adulto, essa ópera é interessante e convida qualquer pessoa a descobrir e entender “onde vivem os monstros”.

Ópera “Onde Vivem os Monstros”
Quando:
De 8 a 16 de outubro
Horário: Terça a domingo, às 17h.
Onde: Theatro São Pedro
Endereço: Rua Dr. Albuquerque Lins, 207, Santa Cecília.
Telefone: (11) 3661-6600
Ingressos: Platéia R$ 40 meia; R$ 80 inteira; 1º balcão R$ 20 meia; R$ 40 inteira; 2º balcão R$ 15 meia R$ 30 inteira.

Ficou interessado na ópera? Anote na agenda e não perca, Vá de Cultura!

Gostou deste artigo? Deixe um comentário!