Teatro paulista é destaque no III Festival Carioca de Contação de Histórias

0
30

O Movimento de Dramaturgia Rural, Grupo teatral de São Paulo, se apresentará no III Festival Carioca de Contação de Histórias. O Dramaturgia contará suas origens e fábulas no Espaço de Apresentação do Campo de Santana e no Baobá de Histórias, à partir das 14h50 do próximo sábado, 17 de outubro.

O festival, que ocorre bimestralmente, é idealizado por artistas e arte-educadores, realizado nas praças públicas do Rio de Janeiro. O objetivo é utilizar os encontros para promover e compartilhar espetáculos e intervenções literárias.

Esta edição do Festival Carioca de Contação de Histórias acontecerá no Campo de Santana, entre as 10h e as 15h do próximo sábado.

Tatiana Henrique, uma das organizadoras do projeto conta que a vontade de ocupar os espaços públicos com cultura e agregar as pessoas de forma mais afetiva, com base nas possibilidades abertas pela contação de histórias, deu origem ao festival.

Um dos principais objetivos é agregar artistas da cidade que atuam com contação de histórias, pensar a pesquisa sobre tradições orais, oralidade e o próprio ofício de contar histórias, além da ocupação de espaços públicos em um processo de construção de afeto e pertencimento por parte da população em relação a esses espaços”, afirma Tatiana.

As atividades artísticas com embasamento educacional, educação ambiental, palhaçaria, oficinas de brincadeiras, oficinas de massagem em crianças e outras manifestações artísticas, são promovidas de modo voluntário pelos grupos participantes. No caso do Movimento de Dramaturgia Rural, o tema escolhido para integrar o projeto é: Cultura Oral, numa montagem dirigida por Weber Rodrigo de Carvalho, que também é autor do roteiro.

Serviço

Evento: Dramaturgia Conta Suas Fábulas de Origem
Data: 17/10, sábado
Local: Campo de Santana;
Horários: 14h50
Preço: Vá de Graça

Programação Completa do III Festival Carioca de Contação de Histórias

10h | Café Coletivo: confraternização entre público e artistas; todos os participantes são convidados a trazerem alguma contribuição a ser compartilhada entre todas as pessoas;

10h30 | Roda de Saberes: conversa sobre os conceitos de Infância e Adolescência, abordando as ideias em torno do Dia da Criança, o Estatuto da Criança e do Adolescente e a importância de programas educativos em espaços e instituições públicas;

11h30 às 15h | Contação de histórias e performances artísticas em três diferentes pontos:  Baobá de histórias;  Tenda do Encontro e  Gruta Glaziou.

Gostou deste artigo? Deixe um comentário!