Peça A Princesa e a Costureira narra o amor entre duas mulheres

0
277
Foto de uma das cenas da peça A Princesa e a Costureira

A Princesa e a Costureira, peça criada com base no livro da escritora Janaína Leslão, apresenta um conto de fadas com uma história de amor entre duas mulheres

Uma peça de teatro para jovens, com um tema que à primeira vista pode parecer um tanto démodé: Conto de Fadas. E o que é que tem em um conto de fadas? Uma história de amor, um espelho mágico, uma princesa que quer se casar, e muita música. Mas há algo de diferente neste roteiro, baseado no livro homônimo A Princesa e a Costureira, da escritora Janaína Leslão.

O espetáculo A Princesa e a Costureira apresenta, de forma lúdica e divertida, a relação de amor entre duas mulheres. A princesa, que se casaria com um príncipe do reino vizinho, acaba se apaixonando pela costureira de eu vestido de noiva, e esse é o mote que modifica o formato tradicional dos contos de fadas para incentivar nas crianças uma reflexão sobre as diferenças. A ideia é mostrar ao jovem que diferença não precisa necessariamente ser traduzida em desigualdade ou intolerância.

O livro de Janaína Leslão

O livro, lançado em 2015, é voltado ao público adolescente e tem o intuito de auxiliar as famílias e as escolas, tanto na discussão sobre a diversidade humana como sobre a luta mais ampla pelos direitos LGBT. A escritora conta que precisou de cinco anos para encontrar uma editora que aceitasse o livro.

A Princesa e a Costureira nos palcos

As músicas apresentadas na peça são originais, compostas especialmente para a trama. Os adereços cênicos e figurinos também são únicos, e se modificam de acordo com o enredo. Na atuação os atores mudam constantemente de personagens, quase como num jogo, sugerindo uma observação às diferentes formas de ser de cada pessoa.

A Princesa e a Costureira é uma montagem realizada pelo grupo O Teatro da Conspiração, com o auxilio do Programa de Atuação Cultura, ProAC, referente ao apoio a projetos de promoção de manifestações culturais com temáticas LGBT.

Acessibilidade e Interação

Nos finais de semana do dia 20 de agosto a peça será apresentada com audiodescrição, em uma encenação dedicada às pessoas que não podem enxergar. Já no dia 27 a interatividade fica por conta do debate com a autora Janaína Leslão, que acontecerá logo após o encerramento do espetáculo.

A peça infanto-juvenil A princesa e a Costureira ficará em cartaz na capital paulista, no Centro Cultural São Paulo, até o dia 4 de setembro. As apresentações acontecem sempre aos sábados e domingos, à partir das 16h. Os ingressos custam R$ 10 meia e R$ 20 inteira.

A Princesa e a Costureira
Quando: Até 4 de setembro
Horário: Sábados e Domingos, às 16h
Onde: CCSP Centro Cultural São Paulo
Endereço: Rua Vergueiro, 1000 – Paraíso
Ingressos: R$ 10 meia; R$ 20 inteira

Gostou deste artigo? Deixe um comentário!