MAM encerra residência artística com apresentação dos trabalhos no domingo

0
56

Jovens participam do intercâmbio cultural de duas semanas feito com o holandês ISH Dance Collective, que tem foco em dança e produção. 

Com o objetivo de promover um intercâmbio cultural na área de criação e produção de espetáculos, o Museu de Arte Moderna de São Paulo e o ISH Dance Collective, da Holanda, promovem o #movemam, Corpo em movimento, um programa de formação artística que foca no aprendizado de novas habilidades em diferentes níveis de produção. Divididos em quatro eixos como dança, artes marciais, produção musical e produção geral, o programa é realizado em duas semanas, entre os dias 17 e 29 de novembro, por meio de 10 encontros, sendo oito oficinas e duas apresentações. A residência artística finaliza com a apresentação de todo o trabalho no Domingo MAM, na marquise do Parque Ibirapuera, no dia 29 de novembro, aberta a todos os públicos.

Voltado a jovens, de 12 a 25 anos, o programa visa a ser um espaço de troca e de experimentação entre os participantes e os integrantes do coletivo holandês que procuram identificar pessoas-chave para o processo colaborativo, além de formar educadores e militantes na área de danças e de produção no Brasil. O objetivo é que esse legado continue após a passagem do grupo e que as pessoas que já costumam se reunir no entorno do museu para dançar e se expressar corporalmente continuem os processos e possam educar e transmitir o conteúdo para outros interessados. Ao final da residência, serão entregues certificados aos participantes.

Sobre ISH Dance Collective

A partir da energia do hip-hop, da competição do breakdance e da leveza de acrobacias no teatro, o ISH Dance Collective traz a cultura de rua ao palco, com shows dinâmicos e inspiradores. Dança com patins, artes marciais, street dance, Mc, DJ ao vivo, beatbox e até bungee jumping são parte do vocabulário do grupo. O nome vem do sufixo “ISH”, que é adicionado no final de uma palavra em inglês quando algo não pode ser definido com precisão porque é tanto uma coisa quanto outra. Sob a liderança do diretor artístico Marco Gerris, fundador da companhia no final de 1999, o ISH desenvolveu uma identidade única, produzindo espetáculos dinâmicos.

Gostou deste artigo? Deixe um comentário!