Lili Carabina: Um texto de 1970 que cabe nos dias de hoje. Confira.

0
433

Está em cartaz no Teatro Hotel Jaraguá, até 26 de novembro, a peça ‘Lili Carabina’, inspirada no livro de Aguinaldo Silva, ‘Lili Carabina – Retrato de uma Obsessão’. A personagem foi criada no final da década de 1970, época em que Aguinaldo trabalhava como repórter policial.

O espetáculo foi produzido como parte das comemorações que marcarão os 40 anos de carreira do novelista Aguinaldo Silva. A montagem é de Júlio Kadetti, responsável por levar a obra literária aos palcos.

LEIA TAMBÉM: Denise Fraga apresenta clássico da dramaturgia, de graça, no Teatro SESI

A personagem

Ao contrário do que muita gente pensa, a história não foi inspirada em uma vilã real. A personagem tem origem na obra de ficção que Aguinaldo criou para um episódio da série Plantão de Polícia, da Rede Globo. Com o sucesso da personagem, que já foi vivida no cinema pela atriz Betty Faria, muitas criminosas da vida real passaram a se auto-intitular Lili Carabina.

O espetáculo que estreou em agosto, em São Paulo, traz a atriz Viviane Araujo no papel principal. A montagem pode ser descrita como um bang-bang nacional, que se desenrola nas ruas e becos da Baixada Fluminense.

A história

Lili Carabina conta a história de Elisa, uma típica dona de casa da Baixada Fluminense que, após o assassinato do marido inocente, se junta ao bando do assaltante Cigano e em pouco tempo se torna a líder da quadrilha que aterroriza o Rio de Janeiro.

Sempre armada com uma escopeta calibre 12, escondida atrás de uma peruca loira, Elisa adota a identidade de Lili Carabina, a bandida sensual, cruel e vingativa, que sem medo de nada nem ninguém, assalta motéis, churrascaria, bancos e joalheiras, transformando suas ações criminosas em shows.

Movida pelo desejo de vingança e dividida entre o amor de Morgadão, um bandido cruel e violento, e Cigano, o chefe da quadrilha que ela planeja resgatar de uma prisão de segurança máxima, Lili desafia a cúpula da polícia civil e militar carioca e se torna a obsessão de Renato Delgado, um delegado fracassado que vê na prisão de Lili um caminho para recuperar o respeito e o status perdido após a descoberta da sua ligação com o esquadrão da Morte.

Uma história de suspense, amor e ódio, com um final surpreendente. A peça é uma superprodução com 10 atores e uma equipe de técnicos premiados que transfere para o palco o clima de ação e violência dos filmes de Quentin Tarantino.

Programe-se

Lili Carabina

Quando: Até 26/11
Horário: Sextas, 21h30 | Sábados, 21h | Domingos, 19h
Onde: Teatro Hotel Jaraguá
Endereço: Rua Martins Fontes, 71 Bela Vista
Ingressos: Sextas e domingos, R$ 70 inteira | R$ 35 meia | Sábados, R$ 80 inteira | R$ 40 meia
Observações: Estacionamento e ponto de táxi no local. Ingressos na bilheteria ou no site Ingresso Rápido.

Gostou deste artigo? Deixe um comentário!