Espetáculo “Qual?”, no Sesc Pinheiro

0
41
Foto: Divulgação

No sexto trabalho de Juliana em parceria com o músico Laércio Resende, a dinâmica de criação se inverteu. Ao invés de criar uma coreografia em cima de uma música, em “Qual?” canto, fala e movimento são tratados igualmente como partes integrantes de um único discurso. Os gestos dos dois personagens em cena – o próprio Laércio e João Vitor Ladeira – foram pensados de maneira a criar uma apresentação performática híbrida entre música e dança. Reforçando este caráter, os músicos, que integram o coro da OSESP, nos surpreendem com seus gestos dançados.

Nas primeiras cenas, a fala é amplamente explorada como acontecimento sonoro, distanciando-se de sua semântica original – neste contexto, a palavra “qual”, dita pelos intérpretes é uma das poucas pronunciadas. Ao longo do espetáculo, outros elementos vão surgindo, criando novas indagações para o telespectador.

À medida que as cenas se sucedem, a fala se converte em canto e a palavra é superada. Com rítmica irregular e dinâmica intensa, essas melodias foram criadas em módulos para que os cantores os reorganizem livremente durante a cena, sujeitos às necessidades impostas por suas coreografias. Se, inicialmente, canto e ação se ligam por partitura rigidamente organizada, aos poucos tais amarras são internalizadas em jogos complexos de interdependência entre movimento e som.

Ingressos: R$ 25 (inteira); R$ 12,50 (meia entrada). R$ 7,50 (credencial plena do Sesc)

Gostou deste artigo? Deixe um comentário!