Sites oferecem cursos gratuitos com certificado de grandes universidades


Neste artigo vamos falar de duas plataformas que oferecem cursos gratuitos com certificado. Separamos também quatro dicas de cursos bem legais de fazer


Neste artigo vamos falar da plataforma Veduca e Coursera, que oferecem diversos cursos gratuitos, online, e com certificado. No decorrer da matéria a gente explica como isso funciona. Separamos também quatro dicas de cursos bem legais de fazer, sem pagar nada.

Acessibilidade: Este artigo possui links que abrem em uma nova aba e uma versão em áudio que pode ser acessada por meio do player abaixo:

Ao mesmo tempo em que o mercado cobra cada vez mais experiência de quem concorre a uma vaga de trabalho, a falta de tempo e a correria do dia-a-dia, e em alguns casos, até a dificuldade de locomoção, tendem a limitar o acesso das pessoas à educação e, principalmente, à especialização. Note, caro leitor, que nem cheguei a falar de falta de dinheiro para pagar uma pós, ou um curso de especialização. Outro fator que mantém grande parte das pessoas longe dos estudos.

Antes de prosseguir com o conteúdo, porém, deixemos claro que este artigo não é voltado àquelas pessoas que, a qualquer custo, querem certificados ou diplomas, mas sim às pessoas que buscam uma forma de adquirir conhecimento, e que com as dicas a seguir, terão a oportunidade de conhecer duas ferramentas de educação com cursos gratuitos.

Cursos gratuitos oferecidos por grandes universidades

De uns anos pra cá houve uma certa popularização dos métodos de ensino à distância. Isso vale tanto para cursos livres, como para cursos técnicos, tecnológicos e, sobretudo, cursos de línguas, como inglês e espanhol. O acesso aos dispositivos móveis e seus aplicativos resultou um novo universo de possibilidades.

Para este artigo, resolvemos selecionar duas ferramentas muito poderosas de ensino à distância. Dois sites na verdade. São eles: Coursera, um dos mais conhecidos entre os internautas, e o Veduca, a grande referência brasileira deste tipo de serviço. Ambos oferecem cursos de grandes universidades, como USP e Harvard, entre outras. Dos cursos oferecidos, grande parte é gratuito e possui certificado.

[read more=”Continuar Lendo” less=”Resumir Conteúdo”]

Todos os cursos são feitos de forma online, e o aluno pode planejar seu próprio tempo de estudo. Após concluir um curso, geralmente há a aplicação de uma avaliação, e se aprovado, o aluno recebe um certificado do curso. Veja como obter o certificado logo abaixo.

Tipos de cursos oferecidos

Tanto na plataforma Coursera quanto no Veduca, os cursos gratuitos são divididos por áreas, como Artes e Ciências Humanas, Exatas, Negócios, Ciências Sociais, e outros. Cada categoria contempla vários cursos. Alguns são certificados, outros não. Para receber o certificado é necessário passar por uma prova e, em alguns casos, é necessário o pagamento de uma taxa para confecção e envio do documento.

Segundo reportagem do jornal Valor o número de usuários da plataforma Veduca dobrou em 2014. A quantidade de pessoas cadastradas no site subiu de 214 mil para 548 mil.

A parte mais bacana disso tudo é que você também pode ampliar seu conhecimento, e nem precisa esperar pra isso. Basta entrar em um dos sites, fazer um breve cadastro e pronto! Já pode iniciar o curso de sua preferência. Pra te ajudar, separamos dois cursos de cada plataforma, que achamos bem interessantes. São eles: Capitalismo Consciente, oferecido pelo Insper, e Gerenciamento de Projetos, O Essencial para o Sucesso, oferecido pela Universidade da Califórnia. Esses dois estão disponíveis gratuitamente no Coursera.

Selecionamos dois outros cursos gratuitos bem legais disponíveis no Veduca. Um deles é o curso de Ciência Política, oferecido pela USP e ministrado pelo Professor e Filósofo Clóvis de Barros Filhos, e outro é o Curso de Libras, oferecido pela Unisinos.

Preparado pra começar um novo curso e alavancar seu currículo? Então aproveite e compartilhe essa dica com seus amigos, afinal, não custa nada. Literalmente :-)

[/read]

Paulistano, criador e editor-chefe do Vá de Cultura, é estudante de jornalismo pela Universidade São Judas Tadeu. Formado em música, vive com base em café e tem um gosto especial pelo jornalismo cultural e pelo fomento da cultura brasileira.

Gostou do artigo? Então deixe um comentário!