Premiada peça Se eu Fosse Iracema estreia dia 13 no Sesc Ipiranga

0
94

Se eu Fosse Iracema, premiada peça de teatro que ficou em cartaz no Rio de Janeiro por duas temporadas, chega a São Paulo no dia 13 de janeiro. A montagem do diretor Fernando Nicolau, que tem como mote o universo indígena brasileiro, ficará em cartaz no Sesc Ipiranga, a preços populares, até o dia 12 de fevereiro.

O monólogo é estrelado por Adassa Martins, indicada duas vezes ao Prêmio Shell como melhor atriz durante a temporada no Rio. O enredo transita entre as tradições indígenas brasileiras, e a situação atual dessa cultura, e questiona sobre qual é a real possibilidade de convivência entre as diferenças.

Uma inspiração emocionante

O diretor Fernando Nicolau resolveu escrever Se eu Fosse Iracema após ler uma carta escrita pelos índios Guarani Kaiwoá, em 2015. No texto o povo indígena pedia que sua morte fosse decretada, ao invés de sua terra. Isso emocionou Nicolau, que convidou o dramaturgo Fernando Marques e a atriz Adassa Martins para uma detalhada pesquisa, e assim teve início o processo de criação do monólogo.

Toda essa base de informações gerou uma grande interrogação na cabeça do diretor. É possível coexistir? O branco com o negro, o mestiço, os que pensam de forma diferente. Fernando Nicolau conta que as contradições estão presentes em diversos relatos e textos documentais utilizados na concepção do projeto. Um olhar sobre a sociedade atual nos faz pensar ainda se as coisas estão melhorando, ou estão estagnadas.

“É uma honra a possibilidade de falar sobre este assunto, de ecoar essas vozes tão caladas desde 1500. Olhamos tão pouco para os índios, e as questões permanecem as mesmas até hoje”, destaca a atriz Adassa Martins

Se eu Fosse Iracema indicada a prêmios

Foram duas temporadas na capital carioca, que renderam à peça duas indicações ao Prêmio Shell – Melhor atriz e figurino – e Cesgranrio – Melhor figurino – Adassa Martins é a responsável pela atuação, e o figurino, que busca a raiz indígena, ao invés de adereços e traços carnavalescos dessa cultura, está nas mãos de Luiza Fradin.

Resumo para agenda

Então programe-se, pois você tem uma grande oportunidade, de assistir à peça Se eu Fosse Iracema, a preços populares. Os ingressos custam R$ 20 inteira e R$ 10 meia. As apresentações acontecem no auditório do Sesc Ipiranga, sextas às 21h30, sábados às 19h30 e domingos às 18h30. O espetáculo tem duração de 60 minutos e é indicado para maiores de 16 anos.

E você leitor, gostou dessa dica? Conta pra gente o que achou, deixando um comentário aqui no artigo. Não se esqueça de curtir a página do Vá de Cultura no Facebook, e interagir com a gente, usando a hashtag #vádecultura nas suas redes sociais.

Gostou deste artigo? Deixe um comentário!