Fim dos privilégios para deficientes te chocou? Então a campanha deu certo!

0
17

Ontem, nas redes sociais, uma campanha, um tanto estranha, foi compartilhada por milhares de pessoas. E o motivo do compartilhamento não foi o apoio à causa, pelo contrário, foi a indignação causada em todos ao ler o slogan que dizia: “Pelo fim dos privilégios para deficientes”. A campanha foi idealizada por uma página chamada “Movimento pela reforma dos direitos”.

Pois bem, felizmente, nada do que se propunha na campanha era real. Os posts que traziam mensagens aparentemente absurdas eram, na realidade, parte de um projeto que tinha como objetivo chamar a atenção de milhões de pessoas para os direitos das pessoas portadoras de deficiência.

Mirella Prosdocimo, Presidente do Conselho Municipal da Pessoa com Deficiência, diz que o desrespeito que chocou todos na internet no dia de ontem, ainda ocorre com frequência na vida real, e que o grande alívio foi ver que as pessoas ficaram perplexas diante da falsa campanha.

Nós colocamos a campanha no ar e conseguimos chamar a atenção de milhões de pessoas para os nossos direitos, porque o desrespeito que chocou as pessoas na internet, ainda ocorre, e muito, na vida real”. Disse Mirella.

Repercussão na web

Ainda sem ter ideia do objetivo da campanha, milhões de pessoas compartilharam os posts promovidos pela página Movimento Pela Reforma Dos Direitos, com indignação. Centenas de Vloggers produziram vídeos para criticar a iniciativa, vários jornais e sites de notícias criaram pautas para anunciar o absurdo. Algumas celebridades, inclusive políticos, publicaram pareceres oficiais condenando a campanha e solicitando que os idealizadores fossem denunciados. Em seguida, várias outras postagens apareceram em resposta à falsa campanha, algumas tentando conscientizar as pessoas de que tal iniciativa era criminosa.

Hoje pela manhã a página onde a campanha circulou alterou sua foto de capa, cobrindo as polêmicas frases com uma tarja preta, com os dizeres: “Se tantos se revoltaram, por que tantos ainda desrespeitam?” No fim, o viral conseguiu o objetivo, que era utilizar uma campanha polêmica para chamar a atenção das pessoas.

Clique na imagem abaixo para assistir a um vídeo em que Mirella Prosdocimo explica em detalhes as reais intenções da campanha, e esclarece a situação, dizendo aquilo que todo internauta esperava ouvir ontem: Que a campanha pelo fim dos privilégios para deficientes não é uma campanha real. Ufa!

pelo-fim-dos-privilegios-para-deficientes-campanha-falsa-interna-va-de-cultura

Gostou deste artigo? Deixe um comentário!