Berthold Zilly na Casa Guilherme de Almeida

0
36
Tradutor alemão Berthold Zilly

Em comemoração aos 20 anos da revista Cadernos de literatura em tradução (FFLCH-USP) a Casa Guilherme de Almeida, instituição da Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo, gerenciada pela Poiesis tem programação especial. A atividade acontece no dia 5 de maio, às 19h e conta com palestra do tradutor alemão Berthold Zilly, responsável pela tradução de “Grandes Sertão: Veredas”, de João Guimarães Rosa. O evento é gratuito e também terá  apresentações de traduções para diversos idiomas da “Canção do Exílio”, de Gonçalves Dias e de breves relatos de outros convidados.

Tradutor alemão Berthold Zilly

SOBRE A CASA GUILHERME DE ALMEIDA

Inaugurada em 1976, a Casa Guilherme de Almeida, instituição da Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo, gerenciada pela Poiesis, está instalada na residência onde viveu o poeta, tradutor, jornalista e advogado paulista Guilherme de Almeida (1890-1969), um dos mentores do movimento modernista brasileiro. Seu acervo é constituído por uma significativa coleção de obras, gravuras, desenhos, esculturas, pinturas, em grande parte oferecidas ao poeta pelos principais artistas do modernismo brasileiro, como Anita Malfatti, Tarsila do Amaral, Emiliano Di Cavalcanti, Lasar Segall e Victor Brecheret.

Hoje, o museu oferece uma série de atividades gratuitas relacionadas a todas as áreas de atuação de Guilherme de Almeida, da literatura traduzida ao cinema, passando pelo jornalismo e pelo teatro. Trata-se da primeira instituição não acadêmica a manter um Centro de Estudos de Tradução Literária no país. Para mais informações acesse o site do museu: http://migre.me/vFQfe

Gostou deste artigo? Deixe um comentário!