Vá de Cultura

Seja um colaborador do Vá de Cultura

Queremos que o Vá de Cultura seja uma plataforma pluralizada, construída sob o olhar de várias pessoas, afinal, todos têm coisas incríveis para compartilhar com os leitores. Para isso estamos montando uma equipe de colaboradores que queiram escrever para o site.

O objetivo é aumentar a qualidade e a diversidade de conteúdo da plataforma Vá de Cultura e, ao mesmo tempo, como contrapartida, ajudar os colaboradores a difundirem seus respectivos trabalhos editoriais pela web.

Passo a passo de como ser um colaborador

PASSO 01 | FORMULÁRIO

primeira coisa que você precisa fazer é preencher o formulário abaixo com todos os dados e indicando as áreas de interesse.

PASSO 02 | AVALIAÇÃO

Você receberá um e-mail com dados de acesso à plataforma do Vá de Cultura e instruções para escrever um artigo de avaliação.

PASSO 03 | COMEÇANDO

Você receberá um e-mail informando se foi ou não aprovado para se tornar um colaborador. Se foi aprovado já poderá começar a escrever.

PASSO 01 - PREENCHA O FORMULÁRIO

Você pode se tornar um colaborador do Vá de Cultura agora mesmo! Comece preenchendo o formulário abaixo de forma completa.



Em que perfil você se encaixa?

Sobre qual tema você quer escrever no Vá de Cultura?

Escreva um parágrafo descrevendo você. Algo legal e descontraído.

Dúvidas frequentes. Leia a FAQ

Qualquer pessoa que goste de escrever e sinta o desejo de compartilhar conteúdo cultural, das mais variadas áreas, pode ser um colaborador do Vá de Cultura.

De modo geral, recebemos com mais frequência blogueiros e estudantes de jornalismo que pretendem divulgar seu blog ou desenvolver atividades práticas de redação.

Sim. Se você já tem um blog cujo tema tenha relação com alguma das editorias do Vá de Cultura, você pode fazer o seu cadastro como blogueiro.

Neste caso, seu perfil no Vá de Cultura será cadastrado em nome do seu blog. Isso é bom para quem deseja dar maior visibilidade ao seu blog pessoal.

Não. No momento a função de colaborador não conta com remuneração em dinheiro. Há, porém, uma troca de experiências e de vantagens aos colaboradores, como certificado de horas de atividades complementares para faculdades, ingressos e credenciamento de imprensa para eventos culturais, cursos gratuitos de webjornalismo, entre outros.

Ao se tornar um colaborador do Vá de Cultura você aprenderá várias coisas bacanas do meio jornalístico e, principalmente, do webjornalismo. Alguns exemplos são:

  • Cursos em vídeo que ajudarão na escrita, escrita para web, SEO.
  • Você aprenderá a fazer e interpretar uma pauta de reportagem.
  • Terá a oportunidade de participar de reuniões de pauta junto à equipe do Vá de Cultura.
  • Poderá ir a eventos culturais como imprensa e aprender na prática como se faz uma cobertura jornalística.
  • Aprenderá a utilizar o WordPress de forma estratégica para alcançar mais leitores e ganhar mais visibilidade na web.
  • Entre outros.

Nada melhor do que aprender na prática. Todo o aprendizado adquirido nas atividades de colaborador do Vá de Cultura servirão para o seu futuro e para a sua carreira como jornalista ou blogueiro. Além disso, você terá ainda um portfólio (uma página exclusiva sua) com todas as matérias que você escreveu, e poderá utilizá-la para compor seu currículo e comprovar experiência de redação e jornalismo para empregos futuros.

Sim. Praticamente todas as faculdades, principalmente os cursos de comunicação, consideram atividades culturais e atividades práticas de jornalismo como horas complementares. É aconselhável, porém, conversar antes com seu professor ou com o coordenador do seu curso. Em todo caso, o Vá de Cultura fornecerá certificados de horas de atividades realizadas a todos os colaboradores.

Sim! A ideia aqui é que todos os colaboradores adquiram conhecimento prático de jornalismo e de webjornalismo cultural. Se você é coordenador de algum curso e pretende levar essa ideia aos seus alunos, basta preencher o formulário abaixo marcando a opção “Coordenador” e a equipe do Vá de Cultura enviará um material de explicação que poderá ser passado aos alunos.