Vá de Cultura
Publicidade

Independent Spirit Awards 2019: Indicados são revelados

Socrates
Socrates
Publicidade

Na última sexta-feira, dia 16, as atrizes Gemma Chan e Molly Shannon anunciaram no W Hollywood Hotel, em Los Angeles (Califórnia), os indicados ao Independent Spirit Awards 2019. E o líder de indicações deste ano é o drama “Nós, os Animais” (We the Animals – 2018).

Dirigido por Jeremiah Zagar, o longa concorre a cinco categorias: filme, fotografia, edição, ator coadjuvante para Raúl Castillo e Someone to Watch Award para o cineasta. Nesta última categoria, o diretor tem como concorrente o brasileiro Alex Moratto  responsável pelo longa “Sócrates” (2018), filme que recebeu outras duas indicações: John Cassavetes Award, concedido a produções de orçamento inferior a US$ 500 mil, e ator para Christian Malheiros.

A 34° edição da cerimônia da premiação será realizada dia 23 de Fevereiro, as vésperas do Oscar no Pier de Santa Mônica, em Los Angeles. Veja a lista dos principais indicados abaixo.

Melhor filme:

“Se a Rua Beale Falasse” (If Beale Street Could Talk – 2018);

“Oitava Série”;

“First Reformed”;

“Não Deixe Rastros” (Leave No Trace – 2018);

“Você Nunca Esteve Realmente Aqui”.

 

Melhor direção:

Debra Granik – “Não Deixe Rastros”;

Barry Jenkins – “Se a Rua Beale Falasse”;

Tamara Jenkins – “Mais uma Chance” (Private Life – 2018);

Lynne Ramsay – “Você Nunca Esteve Realmente Aqui”;

Paul Schrader – “First Reformed”.

 

Melhor filme de estreia:

“Hereditário” (Hereditary – 2018);

“Sorry to Bother You” (Idem – 2018);

“Nós, os Animais”;

“O Conto” (The Tale – 2018);

“Vida Selvagem” (Wildlife – 2018).

 

Melhor ator:

Christian Malheiros – “Sócrates”;

 Ethan Hawke – “First Reformed”;

 John Cho – “Buscando…” (Searching – 2018).

 Daveed Diggs – “Ponto Cego” (Blindspotting – 2018);

Joaquin Phoenix – “Você Nunca Esteve Realmente Aqui”.

 

Melhor atriz:

Carey Mulligan – “Vida Selvagem”;

Glenn Close – “A Esposa” (The Wife – 2018);

Regina Hall – “Support the Girls” (Idem – 2018);

Elsie Fisher – “Oitava Série”;

Helena Howard – “Madeline’s Madeline” (Idem – 2018);

Toni Collette – “Hereditário”.

 

Melhor ator coadjuvante:

Adam Driver – “Infiltrado na Klan” (BlacKkKlansman – 2018);

Josh Hamilton – “Oitava Série”;

Richard E. Grant – “Poderia Me Perdoar?” (Can You Ever Forgive Me? – 2018);

John David Washington – “Monsters and Men” (Idem – 2018);

Raúl Castillo – “Nós, os Animais”.

 

Melhor atriz coadjuvante:

J. Smith-Cameron – “Nancy” (Idem – 2018);

Regina King – “Se a Rua Beale Falasse”;

Tyne Daly – “A Bread Factory, Part One” (Idem – 2018);

Kayli Carter – “Mais uma Chance”;

Thomasin McKenzie – “Não Deixe Rastros”.

 

Melhor roteiro:

Richard Glatzer, Rebecca Lenkiewicz e Wash Westmoreland – “Colette” (Idem – 2018);

Tamara Jenkins – “Mais uma Chance”;

Boots Riley – “Sorry to Bother You”;

Paul Schrader – “First Reformed”;

Jeff Whitty e Nicole Holofcener – “Poderia Me Perdoar?”.

 

Melhor roteiro de estreia:

Bo Burnham – “Oitava Série”;

Cory Finley – “Puro-Sangue” (Thoroughbreds – 2018);

Quinn Shephard e Laurie Shephard – “Blame” (Idem – 2018);

Christina Choe – “Nancy” (Idem – 2018);

Jennifer Fox – “O Conto”.

 

Melhor fotografia:

“Madeline’s Madeline” – Ashley Connor;

“Suspiria” – Sayombhu Mukdeeprom;

 “Nós, os Animais” – Zak Mulligan;

 “Mandy” – Benjamin Loeb;

“Vida Selvagem” – Diego García.

 

Melhor filme internacional:

“A Favorita” (The Favourite – 2018, Reino Unido);

 “Em Chamas” (Beoning – 2018, Coreia do Sul);

“Roma” (Idem – 2018, México);

“Assunto de Família” (Manbiki kazoku – 2018, Japão);

 “Lazzaro Felice” (Idem – 2018, Itália).

 

Melhor documentário:

“Sobre Pais e Filhos” (Of Fathers and Sons – 2018);

 “Hale County This Morning, This Evening” (Idem – 2018);

“Minding the Gap” (Idem – 2018);

“Shirkers” (Idem – 2018);

“Won’t You Be My Neighbor?” (Idem – 2018);

 “On Her Shoulders” (Idem – 2018).

 

Melhor edição (montagem):

Nick Fenton, Chris Gill, Julian Hart e Luke Dunkley – “American Animals” (Idem – 2018);

Anne Fabini, Alex Hall e Gary Levy – “O Conto”;

Keiko Deguchi, Brian A. Kates e Jeremiah Zagar – “Nós, os Animais”;

Nick Houy – “Mid90s” (Idem – 2018);

Joe Bini – “Você Nunca Esteve Realmente Aqui”.

 

John Cassavetes Award:

 “A Bread Factory, Part One” (Idem – 2018);

 “On the Seventh Day” (Idem – 2018);

 “Thunder Road” (Idem – 2018);

“Never Goin’ Back” (Idem – 2018);

 “Sócrates”.

 

Truer Than Fiction Award:

Alexandria Bombach – “On Her Shoulders”;

RaMell Ross – “Hale County This Morning, This Evening”;

Bing Liu – “Minding the Gap”.

 

 Someone to Watch Award:

Alex Moratto – “Sócrates”;

Jeremiah Zagar – “Nós, os Animais”;

Ioana Uricaru – “Lemonade” (Idem – 2018).

 

Producers Award:

Gabrielle Nadig;

Shrihari Sathe;

 Jonathan Duffy e Kelly Williams.

 

The Bonnie Award:

 Debra Granik;

Tamara Jenkins;

Karyn Kusama.

 

Robert Altman Award:

“Suspiria”.

Paula Prata

Estudante de comunicação social com foco em Jornalismo, redatora, apaixonada por musicais, teatro, música, cinema, TV e cultura pop em geral.

Publicidade
Publicidade
/* ]]> */