Demônios da Garoa se apresentam de graça no aniversário de São Paulo

0
35

Na véspera do aniversário de São Paulo, 24 de janeiro, a FIESP e o SESI-SP oferecem um presente à cidade com o lançamento do projeto “FIESP/SESI: Domingo na Paulista“. Nesta data, o grupo Demônios da Garoa, um dos ícones da música paulistana, canta grandes sucessos da carreira, como Trem das Onze, Saudosa Maloca, Você Abusou e Samba do Arnesto, a partir das 13h.

Na sequência o músico angolano radicado no Brasil, Abel Duërë, fará uma viagem aos ritmos afro brasileiros com o show Meu semba é teu samba, a partir das 15h30. Dentre as canções que compõe o repertório do vencedor do Prêmio Sharp 1992 como Cantor revelação, estarão Vissolela, Ginga de Angola, Kimbele e Canto das Três Raças.

A cada domingo, passar pela calçada de um dos prédios mais conhecidos do centro comercial da cidade será uma oportunidade única para o público desfrutar de boa música, participar de atividades físicas e aproveitar as ações de saúde e qualidade de vida, e o melhor: tudo gratuitamente e bem na porta do metrô Trianon-Masp.

Demônios da Garoa

O grupo formado por Sergio Rosa (vocal e afoxe); Wilder Paraizo (vocal e violão); Ricardo (vocal e pandeiro); Izael Caldeira (vocal e timba); Audisio Gomes (contrabaixo); Marcelo Barreira (bateria); Alex Gonçalvez (cavaco); Sergio Rosa Junior (percussão) é um dos ícones da música brasileira. A partir de seu estilo único de interpretar com humor o falar dos paulistanos, Demônios da Garoa logo ganhou o gosto popular e emplacou diversos sucessos ao longo dos mais de 70 anos de carreira.

Abel Duërë

Cantor e compositor angolano, Abel Duërë ficou conhecido no Brasil em 1978 estreando no programa de TV Cassino do Chacrinha. De lá para cá, consolidou sua carreira no Brasil, trazendo sempre uma forte influência de ritmos como o samba, o semba, o afoxé e o maracatu reggae em suas composições.

Domingo na Paulista

O projeto visa oferecer uma programação variada e de qualidade para o público paulistano que frequenta a Avenida Paulista, aberta ao livre trânsito dos pedestres aos domingos. A cada semana atividades gratuitas são realizadas sempre na calçada em frente ao prédio-sede da instituição, envolvendo cultura, saúde e esporte.

Gostou deste artigo? Deixe um comentário!