Livro italiano raro de Vinícius de Morais é ‘descoberto’ em SP

0
370
Vinícius de Morais
Vinícius de Morais

Um livro extremamente raro com poemas de Vinícius de Morais foi ‘descoberto’ em São Paulo. ‘Poesie’, um compilado de luxo que traz cinco poemas de Vinícius, é uma publicação italiana e nunca foi lançada no Brasil.

Sobre o livro

Dona Marilia Freidenson, poetisa, moradora do bairro do Brooklin, zona sul de São Paulo, é a proprietária do livro. Feito de forma artesanal, o exemplar dela é o número 1 de apenas 44 cópias. É um livro italiano, lançado em Roma pela Gráfica Romero, em 1969.

Os cinco poemas de Vinícius de Morais: ‘Pátria Minha’, ‘Poética’, ‘A Vida Vivida’, ‘O Mergulhador e ‘Soneto do Amor Total’, foram traduzidos para o italiano pelo poeta Giuseppe Ungaretti. Os poemas estão impressos em duas línguas, italiano e português.

Segundo o escritor José Castello, autor da biografia ‘Vinícius de Morais, O Poeta da Paixão‘, lançada em 1993, esse tipo de publicação artesanal, de luxo, era uma tendência comum entre os poetas naquela época.

Tão raro

O material é tão raro que alguns especialistas e as próprias filhas de Vinícius de Morais nunca tinham ouvido falar dele. Georgiana, uma das filhas do poeta, disse ao jornalista Julio Maria, do Estadão, que nunca tinha ouvido falar do livro. Ela diz ainda que é uma raridade, pois poucos títulos de Vinícius foram publicados fora do Brasil.

Maria de Moraes, outra filha do poeata carioca, comentou que se lembra vagamente de algo parecido. Ela pediu ao jornalista do Estado que entrasse em contato com a VM Cultural, empresa que cuida das coisas comerciais de Vinícius. A empresa confirmou à reportagem do Estadão que possui em seus arquivos a cópia número 15 da publicação.

Uma casa em Itapuã

Foi graças à famosa casa de Vinícius de Morais em Itapuã que a cópia número 1 de ‘Poesie’ chegou às mãos de Marilia. Seu marido Jaime, por volta de 1970, prestava serviços para uma empresa siderúrgica em Salvador. Numa dessas viagens, Jaime propôs à Marilia que fossem morar na Bahia, pois havia gostado muito de lá.

 

Um dia, enquanto visitava amigos em Itapuã, Jaime olhou a Casa de Vinícius e decidiu perguntar se ele estaria interessado em vendê-la. Vinícius estava em um processo de separação com sua sétima esposa, Gessy Gesse, e viu na proposta uma oportunidade de resolver seu problema, passando a casa a diante.

Casa de Vinícius de Morais
Casa Di Vina, construída em 1970, em Itapuã, BA, onde Vinícius de Morais viveu com sua esposa Gessy Gesse.

O negócio foi fechado e, grato pela venda da casa, Vinícius de Morais resolveu fazer um brinde. Foi quando Jaime lhe disse que sua esposa (Marilia) escrevia poemas, e pediu que ele lhe desse um autógrafo. Vinícius então pegou o livro e deu de presente a Jaime.

Fonte

Os dados desta matéria foram inspirados na reportagem do jornalista Julio Maria, do jornal O Estado de São Paulo. Clique no link para ler a reportagem completa.

Gostou deste artigo? Deixe um comentário!