MAS promove curso de restauração com a docente Tinina Corso

0
6

Às vezes vemos, nos museus, aqueles objetos antigos mas que aparentam estar tão conservados, que nos fazem pensar “como é possível após tantos anos”, não é mesmo? Você sabia que grande parte das obras, espalhadas por todo o mundo, inclusive as mais famosas, já passaram por restauração? Os próprios afrescos da famosa Capela Sistina, pintados por Michelangelo entre os anos de 1500 e 1550, foram restaurados, e tal ação ficou conhecida como uma das principais obras de restauração do século XX. E você já parou pra pensar quem são os artistas capazes de realizar uma restauração deste porte com tamanha precisão?

Para realizar um trabalho como este é necessário muito mais do que simplesmente técnica. É preciso ser portador de uma imensa sensibilidade e saber observar as obras, compreendê-las e, principalmente, conhecer seu contexto histórico. Aí sim, a técnica vem como complemento. Se você tem vontade de trabalhar com isso, a dica do Vá de Cultura vai te deixar um tanto feliz. É que o Museu de Arte Sacra de São Paulo promoverá, no próximo ano, um curso na área. Serão abordados quatro módulos: Gesso, Barro, Papel Marche e Madeira.

Detalhes sobre o curso

Por meio de apresentação teórica, prática e dialógica, pretende-se estimular os participantes à observação técnica e artística, para análise morfológica e identificação da cultura secular do material artístico no fazer da imaginária de vulto, religiosa e elementos decorativos como relevante fonte de pesquisa, sensibilizando-os a uma melhor compreensão da produção erudita e de sua materialidade. Para essa finalidade, o curso compreenderá aulas expositivas, subsídios visuais como filmes e slides, além de experimentos em papel marche com diálogo de montagem mista. A ação prática na vivência de equipe e interdisciplinaridade. Também, abrangerá uma programação de visitas técnicas em ambiência museológica a ser definida conforme a necessidade da matéria estudada.

Sobre a docente

Profª Esp. Marcia Cristina de Almeida Corso (Titina Corso), artista plástica de poética híbrida, tem formação na área em escola clássica de pintura e escultura. É pedagoga especialista em pesquisa educacional pela arte na linha transdisciplinar e professora de conservação e restauração de bens móveis e imóveis.

Traz em sua bagagem premiações no cenário nacional e internacional. Possui algumas de suas obras em acervos museológicos importantes, a exemplo do Museu Nacional de Brasília, Museu do Vaticano, Museu Maria Fontinha, Université de Poitiers e Bienais Nacionais.

Módulos

– Gesso – 1º Semestre de 2016
– Barro – 2º Semestre de 2016
– Papel Marche – 1º Semestre de 2017
– Madeira – 2º Semestre de 2017

Período: semestral com 2 aulas mensais
(O aluno poderá fazer todos os módulos ou somente o que lhe interessar)
Horário: 9h às 17h
Carga horária: 7 horas por dia
Vagas: 30
Valor: R$150 por aula | R$300 mensais (o aluno deverá deixar os cheques pré-datados semestralmente)
Inscrições: [email protected]
Informações: (11) 5627.5393
Local: Museu de Arte Sacra de São Paulo
Endereço: Av. Tiradentes, 676 – Luz | Metrô Tiradentes
Estacionamento gratuito: Rua Jorge Miranda, 43

Ao final do semestre o aluno receberá o certificado de participação.

Gostou deste artigo? Deixe um comentário!