Recomendado apenas para adultos, Masp recebe exposição polêmica

0
344
maps-historias-da-sexualidade
Foto do quadrao 'Moema' de Victor Meirelles. (1886)

O sexo é parte integral de nossa vida e, sem ele, sequer existiríamos. Por isso, a sexualidade tem desde sempre ocupado lugar central no imaginário coletivo e na produção artística. A exposição Histórias da sexualidade traz um recorte abrangente e diverso dessas produções.

Objetivo

O objetivo é estimular um debate — urgente na atualidade —, cruzando temporalidades, geografias e meios. Episódios recentes ocorridos no Brasil e no mundo trouxeram à tona questões relativas à sexualidade e aos limites entre direitos individuais e liberdade de expressão, por meio de embates públicos, protestos e violentas manifestações nas mídias sociais.

A Exposição

A exposição se insere em uma programação anual do MASP totalmente dedicada às histórias da sexualidade, que em 2017 inclui mostras individuais de Teresinha Soares, Wanda Pimentel, Miguel Rio Branco, Henri de Toulouse-Lautrec, Tracey Moffatt, Pedro Correia de Araújo, Guerrilla Girls e Tunga.

Apenas para adultos

Devido a algumas obras apresentarem conteúdo com violência, sexo explícito e linguagem imprópria, a exposição terá classificação indicativa de 18 anos, seguindo a orientação do manual do Ministério da Justiça.

Programe-se

Devido a algumas obras apresentarem conteúdo com violência, sexo explícito e linguagem imprópria, a exposição terá classificação indicativa de 18 anos, seguindo a orientação do manual do Ministério da Justiça.

Histórias da Sexualidade
Quando: 20/10/17 até 14/02/18
Horário: Das 10h às 18h
Onde: Museu de Arte de São Paulo (MASP)
Endereço: Av. Paulista, 1578 – Bela Vista, São Paulo
Ingressos: A partir de R$ 15 (meia-entrada). As terças a entrada é gratuita
Observações: Não recomendado para menores de 18 anos. Os ingressos podem ser adquiridos clicando aqui
Fonte: Site do MASP

Gostou deste artigo? Deixe um comentário!