MIS terá exposição inédita sobre Renato Russo ainda este ano

0
131

No ano passado o Ministério da Cultura (MinC) aprovou um projeto do Museu da Imagem e do Som de São Paulo (MIS) para a produção de uma exposição sobre o cantor Renato Russo via Lei de Incentivo à Cultura.

Ainda não há uma data fechada para a mostra, mas os fãs do cantor podem se animar, pois o Departamento de Comunicação do MIS informou ao Vá de Cultura que ela deve ser aberta em setembro.

LEIA TAMBÉM: Exposição sobre Steve Jobs tem aplicativo com conteúdo interativo

Roupas, documentos e diários

No escopo do projeto enviado ao MinC consta que o acervo será composto por desenhos, documentos pessoais, roupas, instrumentos musicais e até manuscritos de letras de músicas e poemas feitos por Renato Russo.

Segundo a organização, a ideia partiu de Giuliano Manfredini, filho do cantor e compositor. Em 2014, ele procurou a equipe de produção do museu e sugeriu um resgate do acervo do pai.

Então o pessoal do Centro de Memória e Informação do MIS (Cemis) foi até o apartamento em que Renato vivia, em Ipanema, no Rio. Lá, fizeram a identificação e coleta de todo o material. A residência permaneceu fechada e intacta por 20 anos, desde a morte do vocalista da Legião Urbana, em 1996.

Tudo quase pronto

Segundo o MIS, a montagem da exposição está em fase final. A equipe de pesquisadores já finalizou a pré-produção, que envolveu um trabalho mais aprofundado de organização, reconhecimento e preservação dos itens, que já estão nas dependências do museu.

Trabalho de preservação

O Vá de Cultura teve acesso a imagens do trabalho de restauração. Em uma espécie de laboratório, os responsáveis, com muito cuidado, limpam os papeis e restauram algumas partes dos documentos. Eles usam luvas cirúrgicas e máscaras para não danificar o acervo.

Personagens e versões

O que podemos adiantar sobre o acervo é que estarão disponíveis na mostra fotografias de Renato Russo envolvendo pessoas importantes e personagens de algumas canções, como a professora Adélia e a tia Edilmar, citadas na música ‘O Descobrimento do Brasil’.
Além das imagens, há alguns manuscritos de músicas em versões inéditas, com trechos e palavras que não foram utilizadas na composição final.

Agora é só esperar

Toda a documentação já foi agrupada por áreas e o material está organizado e pronto para ser exposto. Agora só falta a definição da data oficial de abertura da mostra. O preço do ingresso será de R$ 12.

Quer uma boa dica? Curta a página do Vá de Cultura no Facebook e fique por dentro de tudo o que envolve esta incrível exposição.

Gostou deste artigo? Deixe um comentário!