Acordo de Confiança, na biblioteca Mario de Andrade

0
44

Dia 27 de abril vai ser inaugurada a primeira exposição do ano da Biblioteca Mário de Andrade sob direção de Charles Cosac.

Provocativa e questionadora, a arte conceitual abriu um amplo campo de discussão sobre o papel do artista, o status da obra de arte e o funcionamento do mercado e das instituições. Apesar das mudanças do sistema das artes dos anos 1960 até hoje, essa reflexão continua se desdobrando em trabalhos de artistas atuais e segue sendo de extrema relevância, principalmente no contexto de uma exposição em um espaço público como a Biblioteca Mário de Andrade.

Essas são algumas questões que balizam a mostra “Acordo de confiança”, que inaugura no dia 27 de abril, na Biblioteca Mário de Andrade, e que traz um conjunto representativo de obras de arte conceitual, mas também de artistas mais recentes, a exposição propõe uma discussão sobre as diferentes relações que se estabelecem entre artista, público, instituição, curador, colecionador, e de que maneira elas se articulam no momento de fazer uma exposição, constituir um acervo público ou privado, pensar a programação de um museu, entre outros.

Gostou deste artigo? Deixe um comentário!