Desenhos de Salvador Dalí e Pablo Picasso em exposição no Museu Lasar Segall

0
170

Nada de afresco, aquarela, gravura ou óleo sobre tela. As obras que ficarão expostas no Museu Lasar Segall até agosto são simples desenhos em papel, porém criados por grandes nomes da história da arte, como Joan Miró, Paul Klee, Salvador Dalí, Pablo Picasso, entre outros.

São 56 desenhos feitos por gênios da pintura entre o final do século 19 e o início do 20, período em que o desenho ainda vivia uma dupla condição. Ao mesmo tempo em que era considerado apenas rascunho ou um esboço criativo para a execução final de outras obras, ele começava a ser entendido como arte plena e suficiente.

Traços de personalidade

Em um quadro de Picasso, por exemplo, pode-se perceber a personalidade do artista. Os desenhos são considerados algo ainda mais íntimo. Eles são a relação direta entre o autor e as fases da criação. Quem for à mostra ‘Tesouros da Coleção Fundação MAPFRE – Obras sobre papel’, terá a oportunidade única de estar frente a frente com rabiscos feitos por grandes pintores no momento em que pensavam seus quadros.

Arte final

Embora em algum momento da história os papéis rabiscados fossem entendidos como meros rascunhos, hoje, para muitos estudiosos das artes plásticas, eles são arte final e concreta, por vezes mais originais do que a própria obra resultante.

O escultor francês Auguste Rodin e o pintor Gustav Klimt costumavam incorporar os desenhos às obras em suas exposições, no início do século passado.

Programe-se

A exposição ‘Tesouros da Coleção Fundação MAPFRE – Obras sobre papel’ ficará aberta à visitação até o dia 28 de agosto. O Museu Lasar Segall, que está localizado na Rua Berta, 111, Vila Mariana, fica aberto de quarta a segunda e a entrada é gratuita.

Gostou deste artigo? Deixe um comentário!