Oficina gratuita de leitura cênica discute o suicídio na tercira idade

0
368
Leitura cênca Carta D.
Oficina de leitura cênica - Carta D. Foto: Gean Carlo Seno.

Uma ofocina gratuita, realizada pela Cia. Hiato e alguns idosos, discute em forma de leitura cênica o suicídio na terceira idade. O projeto é resultado de uma imersão realizada pelo grupo teatral com pessoas idosas, entre outubro e dezembro deste ano.

A leitura cênica será realizada no Sesc Ipiranga entre nos dias 13 e 14 de dezembro, com entrada gratuita ao público.

A base

O livro ‘Carta a D. – História de um amor’, do autor frances André Gorz, serve de base para esta experiência. A obra é, na verdade, uma carta de amor escrita para sua esposa Doriene, e foi a última carta escrita a ela antes de o casal, com mais de oitenta anos, cometer suicídio.

Leitura cênica

Leitura cênica Carta D.
Oficina de leitura cênica – Carta D. Foto: Gean Carlo Seno.

Na apresentação o público é convidado a ‘participar’ do Dia do Suicídio. O roteiro alterna entre a realidade e a ficção, e à narrativa de um grupo de não-atores, que faz a leitura da carta escrita por Gorz, intercalando trechos de histórias reais de suas vidas.

Esta leitura cênica faz parte do projeto Finitudes, que tem como objetivo levantar questões de temas como o envelhecer e a morte, tratados ainda como tabu pela sociedade.

Processo de pesquisa

No processo de pesquisa a equipe do grupo Hiato, representado pelas atrizes Aline Filócomo e Fernanda Stefanski, sob a orientação Leonardo Moreira, colheram depoimentos e realizaram dinâmicas de cena com idosos.

Cultura de inclusão

O destaque desta manifestação artística não é restrito ao tema, que é de extrema importância à sociedade, mas à inclusão dos idosos no universo cênico, resultando em uma montagem cujo elenco não é composto apenas por atores experientes, mas por pessoas comuns e suas histórias de vida.

Sobre a companhia Hiato

Formada em 2007, a Companhia Hiato tem no currículo espetáculos premiados e que debatem temas sensíveis à sociedade, como o autismo e o Alzheimer.

Leitura cênica Carta D.
Oficina de leitura cênica – Carta D. Foto: Gean Carlo Seno.

O próprio nome escolhido pelo grupo – Hiato – já fornece pistas de suas escolhas artísticas e justifica a continuidade à investigação de novas dramaturgias e formas cênicas que suscitem questionamentos sobre a ‘diferença’, as formas de percepção da realidade, as lacunas entre a experiência e a linguagem e a multiplicidade de perspectivas que constituem nossa consciência, isto é, nossa invenção de um eu singular e coeso.

Neste projeto, a companhia por meio das atrizes Aline Filócomo e Fernanda Stefanski, sob orientação do dramaturgo Leonardo Moreira, conduz uma oficina com a terceira idade a fim de compor uma leitura cênica baseada em relatos reais dos participantes em confluência ao conteúdo do livro “Carta a D.”, do filósofo André Gorz.

Programe-se

Carta a D. – Leitura cênica de um amor

Quando: 13 e 14 de dezembro
Horário: Quarta, 17h | Quinta, 21h
Onde: Sesc Ipiranga | Teatro
Endereço: Rua Bom Pastor, 822 – Ipiranga – São Paulo/SP
Preço: gratuito | #vádegraça
Ingressos: Retirar os ingressos na bilheteria do teatro com uma hora de antecedência.

Gostou deste artigo? Deixe um comentário!