7 motivos para você incentivar seu filho a jogar mais vídeo game

0
262

Estudos recentes revelam que jogar vídeo game pode trazer inúmeros benefícios à vida e à formação da criança. A gente separou uma lista com sete motivos para você incentivar a pratica dos jogos virtuais.

1 – Profissões digitais são as que mais empregam no país e no mundo

Já há graduações como Jogos Digitais, Design e Planejamento de Games em algumas faculdades do Brasil 100% dedicadas às profissões digitais. Para se ter uma ideia a remuneração nesta área varia entre R$ 4 mil a R$ 20 mil, segundo a instituição de ensino Impacta. Os estudantes podem atuar como programadores, designer de games, entre outras.

O interesse começa na infância e adolescência. É indicado portanto que os pais possam limitar a quantidade de horas que os filhos jogam, mas jamais proibir. A tecnologia veio para ficar e uma diversão como os games pode ser o futuro profissional do seu filho. Já pensou?

2 – Jogar vídeo game eleva a atenção visual

Um estudo publicado na revista Nature e feito pela Universidade de Rochester, Estados Unidos, comprovou que pessoas que jogam vídeo game têm aumento na capacidade seletiva visual e tendem a ser mais rápidos na tomada de decisões. Há muitas empresas, do mundo todo, que usam desde vídeo games a jogos de tabuleiro em seus processos seletivos, para checar a atenção e personalidade do candidato.

3 – Aguça o instinto de investigação

Quando os professores unem educação com games cria-se um processo conhecido como gamification. Trata-se da captação de conhecimento por meio dos jogos. Há 2 anos as escolas adotaram de vez essa técnica e os alunos, na média, tiveram um aumento de 30% na velocidade de raciocínio.

Segundo o instituto Buck de educação, quando se cria um jogo envolvente, o estudante desenvolve uma necessidade de saber. Isso faz com que ele assimile o conhecimento de forma mais orgânica, leve.

4 – Estreita laços entre pais e filhos

Diferentes gerações e uma paixão que os une: O amor aos games. A vida profissional dos brasileiros exige muitos dos pais e mães. Reservar uma hora diária para jogar com os filhos pode ajudar a estreitar os laços. Os pais, dessa forma, estarão fazendo parte de algo que os filhos têm apreço e ainda podem se divertir juntos.

5 – Vídeo game não é sinônimo de sedentarismo

Há games como Just Dance e Guitar Hero que provam isso! Crianças e jovens perdem muitas calorias dançando e tocando instrumentos. Além disso, esses jogos estimulam a interação com outras pessoas, o que gera o sentimento de pertencimento de grupo.

6 – Deixa o cérebro maior

O tamanho do cérebro não tem lá muito a ver com inteligência. Mas o fato é que video game pode desenvolver e aumentar algumas regiões cerebrais. Foi essa a conclusão de um estudo alemão.

Os pesquisadores pediram a alguns adultos para passar meia hora diária jogando Mário num vídeo game, durante dois meses. Antes e após o período do teste, eles tiveram o cérebro escaneado.

Depois da dose de Mario, três áreas aumentaram: parte do lado direito do hipocampo, o córtex pré-frontal dorsolateral direito, e o cerebelo bilateral. Essas regiões estão ligadas a funções como navegação espacial, memória, planejamento estratégico e a habilidade motora das mãos.

O mais interessante é que quanto mais o voluntário sentia prazer em jogar, mais essas áreas cresciam.

7 – Melhora a capacidade cognitiva

Com o passar dos anos, nossas capacidades de aprendizado, raciocínio e memorização diminuem. É normal, faz parte do envelhecimento. Mas algumas atividades podem desacelerar (ou reverter parcialmente) esse processo. O vídeo game é uma delas.

Neurocientistas da Universidade da Califórnia colocaram adultos entre 60 e 85 anos para jogar um game de corrida por três horas semanais, durante quatro meses. Após o período, os idosos tiveram uma melhora significativa na capacidade cognitiva – principalmente no que diz respeito à realização de várias tarefas simultâneas. E mais: eles se saíram melhores até mesmo que jovens de 20 anos que nunca haviam brincado com o jogo.

Curiosidade

É tanto dinheiro que já virou covardia comparar a indústria do vídeo game com a do cinema. Em 2003, o cinema faturou US$ 19 bilhões em um ano que teve ‘Senhor dos Anéis’, ‘Piratas do Caribe’, ‘Procurando Nemo’ e ‘Matrix’ entre seus lançamentos.

Enquanto isso, ‘Madden NFL’, ‘Pokémon’, ‘Need for Speed’ e ‘Zelda’, jogos de vídeo game, lideraram as vendas em um mercado de cerca de US$ 30 bilhões.

Isso aconteceu há mais de dez anos. Hoje essas cifras mais do que dobraram, chegando aos US$ 70 bilhões (enquanto o cinema teve US$ 34 bilhões). A tendência é que este mercado só cresça nos próximos anos.

Dados site Surper Interessante.

Gostou deste artigo? Deixe um comentário!