Vá de Cultura
Publicidade

Companhia de circo brasileira fará a abertura do Cirque International Festival

Cia do Circo
Cia do Circo. Foto: Divulgação. Fotomática Fotografia.

A Cia do Circo foi selecionada pela curadoria internacional do festival para realizar o show de abertura do evento, que é considerado o mais importante evento de circo do mundo.

Publicidade

A Cia do Circo, uma das mais importantes companhias circenses do Brasil, fará o show de abertura do 1st Cirque International Festival of Brazil Contest, o principal evento do gênero no mundo e considerado o Oscar do circo.

O festival estreia em São Paulo na quarta-feira, 2 de maio, e a programação vai até o dia 6, com competições entre artistas circenses de vários países. Esta é a primeira vez que o evento acontece no Brasil.

A Cia do Circo está instalada em Campinas, SP, e por trabalhar o circo utilizando técnicas milenares, tornou-se referência em 2001. Seis anos mais tarde foi reconhecida pela UNICAMP graças à proposta cultural e também por sua contribuição de saberes circenses no âmbito da faculdade.

A companhia é atualmente dirigida pelo casal Alex Brede, que é diretor e mestre da Cia do Circo e ex-integrante da trupe de trapézio de “Flying Gaonas” e Claudia Orteney, que faz parte da oitava geração de malabaristas que nasceu no Circo Tihany.

Claudia Orteney comenta que a Cia do Circo já participou de importantes eventos pelo mundo, mas conta que participar do Cirque International Festival tem um gostinho especial.

Já fizemos o show de abertura de alguns festivais e eventos importantes, com projeção mundial, como o Festival Internacional de Circo da Argentina, por exemplo. Mas estar neste evento em nosso País, marcando a história do circo brasileiro, é uma emoção única e muito grande, uma honra”.

O evento é uma grande oportunidade para os talentos brasileiros apresentarem seus números e compartilharem experiências únicas com os participantes que vêm de outros países.

É um acontecimento esperado há muito tempo no país. Um projeto que incentiva as atividades no segmento e expande a visibilidade da arte circense a um patamar com enorme qualificação”, afirma Jeferson Alexandre, produtor internacional e presidente do Cirque International Festival of Brazil Contest.

Redação

Publicidade
Publicidade
/* ]]> */