Livro baseado em Harry Potter fala sobre bruxo que vive em favela do Rio

0
267
A Arma Scarlate
Renata Ventura - A Arma Scarlate.

‘A Arma Scarlate’ é um livro brasileiro, escrito por Renata Ventura, que vem ganhando relevância entre os jovens. Por ter um enredo bem parecido com a história de Harry Potter, de J.K. Rowling, as comparações são inevitáveis.

Alguns críticos mensionaram o livro como sendo ‘O Harry Potter brasileiro‘. Porém, devido à relevância da proposta social da obra, seria injusto ‘tarjá-lo’ apenas como uma versão ‘abrasileirada’ do conto inglês. ‘A Arma Scarlate‘ merece uma análise mais detalhada e um destaque especial. Vejamos:

Leia Também: Filme sobre Voldemort foi produzido com dinheiro de financiamento coletivo

Vamos começar do começo

O livro é um romance de fantasia, e conta a história do personagem Hugo Scarlate, um jovem morador de uma favela do Rio de Janeiro que um belo dia descobre ser bruxo. Ameaçado por traficantes o menino decide fugir da comunidade e vai à escola de bruxaria Nossa Senhora do Korkovado. Lá ele tenta aprender magia para que possa se vingar dos traficante que ameaçam a sua família.

Pelo parágrafo acima fica clara a semelhança com o mote da obra de J.K. No caso do livro de Renata Ventura, porém, a parte fantasiosa serve apenas como base para o levante de importantes críticas sociais e o objetivo maior do livro é dar visibilidade a aspectos da dura realidade brasileira.

Deixa

A própria deixa para legitimar o livro de Renata veio de J.K. Certa vez, durante uma entrevista, um fã perguntou a Rowing se ela estaria disposta a escrever uma história sobre uma escola de bruxaria nos Estados Unidos. Ela disse que não, mas completou: “Fique à vontade para escrever a sua…”, disse ao fã.

Renata então resolveu aceitar o desafio e, como ela mesma descreve no prefácio do seu livro, pensou como seria uma escola de bruxaria no Brasil. Será que o sistema educacional da magia estaria fadado às falcatruas e maracutaias da realidade brasileira? Será que os professores sofreriam com baixos salários? Será que haveria verba suficiente para que a escola fosse em um castelo?

‘A Arma Scarlate’ pega um pouco mais pesado, já que o problema de Hugo não é um padrasto, uma madrasta ou um primo chato, e sim algo um pouco mais grave, no caso, o tréfico de drogas e a realidade das periferias brasileiras.

Onde encontrar?

‘A Arma Scarlate’ pode ser encontrado nas principais livrarias do país, como Saraiva e Cultura, por exemplo. Também em lojas como Americanas e Submarino. O valor gira em torno dos R$ 40, e há uma versão digital mais em conta (em torno dos R$ 10), dedicada aos e-books, como Kindle e Lev.

Opinião do autor

A proposta da Renata é mais do que válida. Jovens em geral não procuram notícias sobre problemas sociais em jornais. Convivo com muitos jovens, muitos que costumam ler, e não os vejo interessados em comprar um periódico diário em busca de informações sobre a vida dos jovens nas favelas, sobre a situação da educação pública ou sobre os problemas e as concequências da violência.

Aqui, mais uma vez, a arte capta a atenção, utilizando uma história fantasiosa gostosa de ler. Em seguida, a autora aproveita a atenção captada para diálogar – sobre assuntos pesados – de forma leve. Este é, sem dúvidas, um livro que vale a pena ler.

Gostou deste artigo? Deixe um comentário!