Vá de Cultura
Publicidade

Teatro: Sesc São Paulo traz monólogos com grandes nomes

Foto divulgação/ Andréia-Machado
Publicidade

Desde maio, o Sesc São Paulo promove a transmissão online de diversos trabalhos cênicos com grandes nomes do teatro brasileiro como Cacá Carvalho, Gero Camilo, Matheus Nachtergaele e Denise Fraga.

A série Teatro #EmCasaComSesc acontece sempre às segundas, quartas, sextas e domingos, às 21h30, via YouTube e Instagram .

A atriz Irene Ravache apresenta, nesta sexta-feira (17), “Alma Despejada” – peça que conta a história de Teresa, que depois de morta faz sua última visita à casa onde morou. Teresa era uma professora de classe média que teve dois filhos com Roberto – um homem simples, que se tornou um empresário bem-sucedido.

O espetáculo estreou em setembro de 2019, com a direção de Elias Andreato e o texto de Andréa Bassitt – escrito especialmente para Ravache. Sua personagem transita entre o passado e o presente, de forma poética e bem-humorada.

Já no domingo (19), a série dá espaço para a performance “Fragmentos”, que com o ator Felipe Oládélè. O público poderá conferir uma nova construção feita a partir dos espetáculos “Chão de Pequenos” e “Um Preto”, que envolve o atual momento de discussões sobre questões raciais e sociais.

Criado, escrito e dirigido por Felipe Oládélè, a apresentação conta com trilha sonora original criada por Felipe Storino, projeções de Fabiano Lana e colaboração de Ramon Brant, Grace Passô e Clovis Domingos.

Cena Inquieta: a nova série documental do SescTV

Além dos monólogos, dia 23 de julho será lançada uma série de documentários dedicados ao teatro: Cena Inquieta, com curadoria de Silvana Garcia e direção de Toni Venturi.

A proposta é investigar as formações, conceitos e trajetórias de grupos e artistas brasileiros. Composta por 26 documentários (de 55 minutos cada), o trabalho mapeou os mais importantes coletivos teatrais de São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Salvador e Recife.

Cada episódio apresenta dois grupos teatrais, alguns programas exibem também espetáculos solos de artistas que marcaram a cena nacional dos últimos anos. Cada programa terá a presença de um pesquisador, crítico ou jornalista, que contextualiza a cena ou proposta exibida.

O primeiro documentário será exibido no dia 23/07, às 23h, sobre o Grupo Clariô de Teatro e Capulanas Cia. de Arte Negra.

A programação faz parte do projeto #Do13ao20 – (Re)Existência do Povo Negro, que faz alusão aos marcos do 13 de maio e do 20 de novembro e propõe diálogos sobre a condição social da população negra.

O público poderá assistir pelo Twitter ou Facebook.

 

 

 

Redação

Publicidade
Publicidade
/* ]]> */