Vá de Cultura
Publicidade

Museu Nacional – A história do Brasil em chamas

Foto Tomaz Silva/Agência Brasil
Bombeiros e Defesa Civil trabalham após incêndio no Museu Nacional, na Quinta da Boa Vista, na zona norte do Rio.Foto Tomaz Silva/Agência Brasil

Incêndio no Museu Nacional tem grande impacto na vida dos brasileiros

Publicidade

Um incêndio ainda sem muitas explicações transformou em cinzas parte da história de todos os brasileiros. No início da noite do último domingo (3/09), o Museu Nacional localizado no Rio de Janeiro teve um princípio de incêndio que rapidamente se espalhou no prédio com 200 anos de existência.

Para quem não conhece, o Museu Nacional é um dos mais importantes do Brasil foi criado em 1818 por D. João VI e possuía um acervo que começou a ser construído pelo família imperial há duas décadas. Alí existiam registros e informações que ajudaram a construir o nosso país e que mundialmente tem papel fundamental para entendermos toda a história que fez com que chegássemos nos dias de hoje.

O Museu Nacional é um dos principais das Américas e, a critério de comparação, seria como se a França perdesse o Museu do Louvre. Luzia – como foi denominada -, a primeira brasileira que viveu na pré-história tinha o seu fóssil mantido neste museu e assim como outros materiais virou cinzas. Uma perda sem precedentes e de enorme significado para TODOS NÓS.

Como vamos ser impactados?

É de extrema importância que a memória de um país seja mantida para ajudarmos a construir um futuro e ajudar na educação de todas as gerações.

O conhecimento gera discussões e aprimoramento intelectual, logo, uma catástrofe como esta faz com que a nossa cultura fique ainda mais frágil e com chances de cair no esquecimento daqui há alguns anos.

Nossa história e boa parte da oportunidade de aprendermos mais sobre nós mesmo virou cinzas junto com as importantes obras (quase não sobrou nada).

De quem foi a culpa?

O Corpo de Bombeiros do Rio de Janeiro ainda não conseguiu identificar os motivos da causa do incêndio, mas segundo registros da própria administração do museu, há mais de 4 anos ele não passava por reformas e manutenção adequada.

Este fato faz com que nos leve a reflexão até onde o poder público teve responsabilidade neste caso. Uma lástima termos que chegar neste momento para levantar esse questionamento.

Lembre-se que o nosso país é composto por diversos fatores e a cultura é uma delas que ajudam a sermos mais desenvolvidos.

Redação

Publicidade
Publicidade
/* ]]> */