Conheça 2 Livros de George Orwell que descrevem a sociedade atual


Este artigo aborda dois livros do escritor George Orwell e mostra como os contextos de cada um ilustram com perfeição a sociedade dos dias de hoje.




George Orwell, escritor indiano nascido em 25 de junho de 1903, enxergou a sociedade de forma tão profunda que conseguiu antecipar acontecimentos futuros nas páginas de seus livros. As linhas escritas por ele, desde 1927, fazem tanto sentido aos dias de hoje quanto faziam àquela época. Seria ele um profeta da literatura? Talvez um visionário que soube entender as coisas de seu tempo e descobriu de forma intuitiva quais seriam as consequências daquilo tudo.

O escritor rodou o mundo anotando críticas e denunciando as injustiças sociais. Dois de seus livros – A Revolução dos Bichos e 1984 – são exemplos indiscutíveis de suas previsões acerca dos dias atuais. Não que ele tivesse a pretensão de escrever sobre o futuro. Pelo contrário, suas críticas eram pontuais e falavam da sociedade daquele tempo, fazendo menção principalmente ao regime comunista soviético. Entretanto, as palavras cabem perfeitamente no contexto de hoje. Sinal de que o mundo e as relações políticas não mudaram tanto.

George Orwell e O Grande Irmão

O Grande Irmão (Big Brother). Mera coincidência com o nome do programa de TV? O personagem criado por Orwell no livro “1984”, escrito porém em 1949, é parte de uma sociedade em que todos os membros estão sob constante vigilância. Embora na década de 1980 a realidade retratada pelo escritor fosse pura ficção científica, nos dias de hoje ela é realidade.

A sociedade é vigiada o tempo todo. Existem câmeras em todos os lugares, não só de segurança, mas principalmente celulares com câmeras de alta resolução em cada bolso. A internet se tornou um aparato de vigilância. A privacidade foi por água abaixo e grandes empresas como Google e o Facebook têm dossiês completos e detalhados sobre cada indivíduo.

O Grande Irmão da espionagem

Um paralelo mais fiel ao ambiente descrito por George Orwell é o escândalo da NSA, agência americana que em 2013 ficou conhecida por fornecer dados sobre pessoas e entidades do mundo todo, incluindo governos, aos órgãos de inteligência norte-americanos. A agência teve acesso até a telefonemas, e-mails e mensagens do celular de Dilma Rousseff, então presidente do Brasil. Não seria a NSA o Grande Irmão?

A Revolução dos Bichos

Outro clássico de George Orwell, talvez seu maior sucesso comercial, foi o livro “A Revolução dos Bichos”, publicado na Inglaterra em 1945. O contexto é uma sátira à União Soviética comunista e critica a forma com que a ideologia se corrompe por causa do poder.

Apesar de ter sido escrito para retratar a realidade soviética, cada letra deste livro se encaixa perfeitamente à realidade política atual, seja qual for o país, regime, ideologia ou governante. A obra é mais uma ‘previsão’ de George Orwell sobre a sociedade.

Opinião

Esses são dois livros que todos deveriam ler. A Revolução dos Bichos é atemporal. Se levarmos em conta que a sociedade se organiza politicamente do mesmo jeito que fazia na Grécia antiga, este livro de Orwell serve para entender a sociedade de 1945, a  de hoje e a que viverá daqui a mil anos.

Nota

Quando o Reality Show, Big Brother, estreou na TV dos Estados Unidos nos anos 2000, uma empresa chamada Orwell Productions entrou com um processo no Tribunal de Chicago por violação de direitos autorais. Um acordo entre a CBS e a Orwell Productions foi firmado um dia antes do julgamento. A quantia de dinheiro paga pela rede de televisão nunca foi divulgada.

E você, já leu algum livro do George Orwell? O que achou? Deixe um comentário aqui.


Gostou do artigo? Então deixe um comentário!