Oficina Cultural Alfredo Volpi abre inscrições para cursos de dança e espetáculos


A Oficina Cultural Alfredo Volpi, instituição da Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo, gerenciada pela Poiesis, oferece quatro oficinas de dança e dois espetáculos durante o primeiro semestre de 2017.


As atividades são gratuitas e acontecem entre abril e junho

A Oficina Cultural Alfredo Volpi, instituição da Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo, gerenciada pela Poiesis, oferece quatro oficinas de dança e dois espetáculos durante o primeiro semestre de 2017. Os cursos são gratuitos e voltados para crianças e adultos que desejam explorar diferentes vertentes artísticas como teatro, escrita, história, memória e cultura popular.

Em Oficina de dança afro brasileira, com a bailarina e coreógrafa Kelly Santos, o público entra em contato com os aspectos corporais, simbólicos e históricos da África. A oficina começa no dia 05/04 e vai até 28/06, todas as quartas-feiras, das 19h00 às 21h30.

Já a oficina Aprofundamento e criação em dança ­– Teatro contemporâneo trabalha com dança e teatro. A proposta é questionar e criar a partir do tema “centro-periferia/periferia-centro”. Os encontros acontecem às sextas-feiras, entre o dia 07 de abril e 30 de junho, das 14h00 às 17h00. A professora Karina Ka, preparadora e terapeuta corporal, utiliza técnicas de pilates, yoga e reiki.

Em maio, é a vez das poesias e das palavras. A oficina Corpoema: A dança e a escrita poética através do estudo da presença, trabalha com a escrita criativa e as diversas possibilidades do corpo.  A poesia é o ponto de conexão entre os textos e o movimento corporal. A atividade acontece no dia 18 de maio, das 14h00 às 17h00, com os dramaturgos André do Amaral e Márcio Dantas, diretor do espetáculo Yabás. Esta peça, do Coletivo Corpo Aberto é baseada em memórias do universo feminino e a representatividade da mulher como força de resistência. A apresentação acontece no dia 20 de maio, às 18h30, com as atrizes Danielle Rocha, Verônica Avellar e Patrícia Bruschini.

No mês de junho, o grupo Fragmento Urbano traz diferentes manifestações tradicionais brasileiras e do hip hop, na Oficina Cozinhas Abertas: Jam Encruzilhada. São três encontros, nos quais os participantes dançam e improvisam teatro, entre os dias 02 e 23 de junho, todas as sextas-feiras, das 19h00 às 21h00. Já no dia 30, é apresentado o espetáculo de dança Encruzilhada, da mesma companhia. A peça propõe um ato de resistência do negro, da periferia, dos grandes mestres da cultura popular e do hip hop por meio de um resgate histórico da memória coletiva.

Os interessados devem se inscrever na recepção da Oficina Cultural Alfredo Volpi. Todas as atividades são gratuitas.

A instituição, que tem por objetivo o desenvolvimento sociocultural e educacional, com ênfase na preservação e difusão da língua portuguesa, desenvolve e gere programas e projetos, pesquisas e espaços culturais, museológicos e educacionais voltados para o complemento da formação de estudantes e público em geral. A POIESIS trabalha com o propósito de propiciar espaços de acesso democrático ao conhecimento, de estímulo à criação artística e intelectual e de difusão da língua e da literatura.

Gostou do artigo? Então deixe um comentário!