Projeto Juventude, Violência e Território termina no domingo em SP


O projeto Juventude, Violência e Território, que teve início em abril do ano passado, chega ao fim com uma programação especial no próximo domingo


O projeto Juventude, Violência e Território, que teve início em abril do ano passado, chega ao fim com uma programação especial no próximo domingo

O projeto Juventude, Violência e Território, Fortalecendo o Bairro Através da Arte, encerra sua programação no próximo domingo, dia 27 de março. A iniciativa, que teve início em abril do ano passado, na Comunidade Jardim Maravilha, em Cidade Tiradentes, na Zona Leste de São Paulo, chega ao fim com um seminário no Centro Cultural Arte em Construção, e conta ainda com a participação do Sound System África Mãe do Leão, e performances de grafitagem.

Realizado pelo Instituto Pombas Urbanas, o evento tem como objetivo promover ocupações artísticas na região, utilizando diversas linguagens para aproximar o jovem de sua cultura. O termo “Cultura como Direito” define a cara do projeto, que busca criar uma interação entre os jovens, promovendo emponderamento e protagonismo, trilhando um caminho como opção para o distanciamento da violência.

Ouça a Matéria

Na idealização do projeto, o Instituto Pombas Urbanas partiu da necessidade de transformar a dura realidade social e cultural da juventude do extremo leste de São Paulo, mais precisamente de Cidade Tiradentes que, frequentemente, tem o estigma da violência estampado nos jornais. Esta iniciativa vem de encontro ao trabalho desenvolvido pelo Instituto em 12 anos de atuação, promovendo o desenvolvimento do bairro por meio da arte. Para tanto, usa a capacidade transformadora do jovem com suas raízes culturais e valoriza as produções locais e periféricas, contribuindo para a diminuição de um quadro perverso de exclusão social. Um dos resultados de seu trabalho é a fundação do Centro Cultural Arte em Construção, espaço cultural comunitário que se tornou referência para a cidade na formação de jovens artistas e no acesso a bens culturais para a comunidade.

Programação Musical

O grupo África Mãe do Leão, fundado em 2007, tem o reagge como agente transformador diante da vulnerabilidade social. Com forte influência dos grupos de rap dos anos 90 e da cultura rastafári, o trabalho do grupo tende a ocupar os espaços públicos e comunidades carentes com ações culturais.

O encerramento do Projeto Juventude, Violência e Território acontece no próximo domingo, 27 de março, à partir das 15h, no Centro Cultural Arte em Construção. O seminário será ministrado por Cláudio Aparecido da Silva, Mauricio Pestana, Sócrates Magno, José Guilherme de Andrade e Luiz Henrique Pereira da Silva. As atividades são gratuitas.

Encerramento do Projeto Juventude, Violência e Território
Onde: Centro Cultural Arte em Construção
Quando: Domingo, 27 de março, às 15h
Endereço: Av. dos Metalúrgicos, n°2100. Cidade Tiradentes
Ingressos: #VáDeGraça


Gostou do artigo? Então deixe um comentário!