Três exposições gratuitas destacam a influência afro na cultura brasileira


Medo, Fascínio e Repressão na Missão de Pesquisas Folclóricas 1938-2015 – Até 13/12 O CCSP possui uma das coleções de objetos etnográficos mais representativas da cultura afro-brasileira religiosa do País. É no Acervo da Missão de Pesquisas Folclóricas – exposições cujo mentor foi Mário de Andrade, em colaboração com Oneyda Alvarenga e Dina Lévi Strauss – que […]




Medo, Fascínio e Repressão na Missão de Pesquisas Folclóricas 1938-2015 – Até 13/12

O CCSP possui uma das coleções de objetos etnográficos mais representativas da cultura afro-brasileira religiosa do País. É no Acervo da Missão de Pesquisas Folclóricas – exposições cujo mentor foi Mário de Andrade, em colaboração com Oneyda Alvarenga e Dina Lévi Strauss – que estão reunidas referências significativas da arte sacra de matriz africana originalmente pertencentes às casas de cultos afro-brasileiros. Esta exposição, bem como a programação que a acompanha, permite pensar a intolerância religiosa histórica no País e contribui para a construção de uma sociedade que respeite sua própria pluralidade.

O que é? Medo, Fascínio e Repressão na Missão de Pesquisas Folclóricas
Quando é? até o dia 13 de dezembro
Quanto custa? Vá de Graça
Onde é? Centro Cultural São Paulo (CCSP)
Como chegar? Rua Vergueiro, 1000 – Paraíso – São Paulo
Horários: Terça a sexta, das 10h às 20h; sábados, domingos e feriados, das 10h às 18h

Kalunga – Até 13/12

A partir de ritos de morte do candomblé do Recôncavo baiano, a performer Ana Beatriz Almeida desenvolve rituais de passagem para duas personalidades vítimas de tortura durante a ditadura militar do Brasil: João Breno, líder operário da maior ação não-violenta do período – a greve na Fábrica de Perus, e Helenira Nazareth, estudante negra que abandonou o curso de Letras da USP para aderir à luta armada no Araguaia. Entre sensorialidades, fotografia e videoarte, o público é introduzido no universo simbólico da morte na cultura afro-brasileira.

criação e concepção: Ana Beatriz Almeida – direção de expografia: Wolfgang Pannek – supervisão de performance: Maura Baiocchi – vídeo: Luara Del Chiavon – máscaras: Thiago Consp – concepção musical: Antonio Carlos Soares

O que é? Kalunga
Quando é? até o dia 13 de dezembro
Quanto custa? Vá de Graça
Onde é? Centro Cultural São Paulo (CCSP)
Como chegar? Rua Vergueiro, 1000 – Paraíso – São Paulo
Horários: Terça a sexta, das 10h às 20h; sábados, domingos e feriados, das 10h às 18h


Gostou do artigo? Então deixe um comentário!