MIS recebe exposição e debate sobre a temática da imigração e refúgio


A questão da imigração é um tema urgente. A guerra na Síria e a fuga de milhares de pessoas afeta não só a Europa e são tema da exposição de Chico Max




Além de uma exposição do fotógrafo Chico Max, o evento Somos todos imigrantes traz uma programação gratuita voltada para o tema, que inclui palestras, filmes seguidos de debates com o Educativo do MIS e comidas típicas. Entre os destaques está a palestra do professor Clóvis de Barros Filho realizada no domingo.Evento dá início às ações em comemoração ao Dia Internacional dos Direitos Humanos elaboradas pela Secretaria de Cultura do Estado de São Paulo.

Neste final de semana, nos dias 7 e 8 de novembro, o MIS recebe o evento Somos todos imigrantes. Realizado em parceria entre a Secretaria de Cultura e a Assessoria Especial para Assuntos Internacionais do Governo de São Paulo, o fotógrafo Chico Max e a Missão Paz, o evento inicia as ações em comemoração ao Dia Internacional dos Direitos Humanos, celebrado no dia 10 de dezembro.

A questão da imigração é um tema urgente. A guerra na Síria e a fuga de milhares de pessoas afeta não só a Europa, mas todo o mundo. São Paulo, um estado construído por imigrantes, nunca parou de recebê-los. Nos últimos anos, milhares de haitianos, árabes, africanos, bolivianos escolheram São Paulo como nova morada. Ao observar este movimento, o fotógrafo Chico Max decidiu retratar essas pessoas de uma forma positiva. Chico encontrou na Missão da Paz, central de acolhimento no Bairro do Glicério, sintonia com o Padre Paolo Parise, principal responsável pela instituição, e daí veio o contato pessoal com imigrantes de diversas origens e nacionalidades.

Não me sentia movido apenas por um sentido humanitário e cidadão, queria registrar a beleza dessas pessoas que, em geral, aparecem depreciadas na mídia”, explica Chico Max.

O resultado é a exposição fotográfica composta por 19 imagens de homens, mulheres e crianças que leva o mesmo nome do evento Somos todos imigrantes e que será exibida pela primeira vez no MIS. Não há nenhum tipo de produção nas imagens, as pessoas foram convidadas a serem fotografadas do jeito que estavam no momento do registro.

Em paralelo à exposição, o Núcleo Educativo MIS realizará o Cineclube Educativo Especial, com a exibição do filme Fievel – Um conto americano, de Don Bluth.  Projeto já existente no MIS, o Cineclube Educativo apresenta filmes clássicos da história do cinema com discussões mediadas pela equipe de educadores. Confira a programação completa:

Programação para sábado, 07 de novembro

Evento: Exposição Somos todos imigrantes, de Chico Max
Horário: 12h às 18h
Local: Área externa
Preço: Vá de Graça
Observações: Barracas de comidas típicas

Evento: Cineclube Educativo MIS (filme seguido de debate com o Educativo MIS)
Horário: 14h
Local: Auditório LabMIS (64 lugares)
Preço: Vá de Graça
Observações: Sujeito à lotação da sala. Retirada de ingressos com uma hora de antecedência na Recepção MIS

Sinopse: Fievel – Um conto americano (dir. Don Bluth, Estados Unidos, 1986, 80 min, DVD). Fievel é um ratinho que se mudou, junto de sua família, da Rússia para os Estados Unidos fugindo do regime czarista. Chegando em Nova York, se perde dos familiares e descobre que a América se revela muito distante da “terra de oportunidades” que sonhava. Em sua saga para reencontrar a família enfrenta muitos desafios e faz amizades no Novo Mundo.

Programação para domingo, 08 de novembro

Evento: Exposição Somos todos imigrantes, de Chico Max
Horário: 12h às 18h
Local: Área externa
Preço: Vá de Graça
Observações: Barracas de comidas típicas

Evento: Palestra com o professor Clóvis de Barros Filho sobre o tema Somos todos imigrantes
Horário: 14h
Local: Auditório MIS (172 lugares)
Preço: Vá de Graça
Observações: Sujeito à lotação da sala. Retirada de ingressos com uma hora de antecedência na Recepção MIS

Sobre o Palestrante: Clóvis de Barros Filho é um dos mais requisitados palestrantes do país. Suas aulas e palestras sobre ética já foram ouvidas por milhões de pessoas, em todos os estados do Brasil, e de outros países como Uruguai, França, México, Argentina, Espanha e Portugal. Doutor e Livre-Docente pela Escola de Comunicações e Artes da USP, Clóvis atua no mundo corporativo desde 2005, por meio de seu escritório, o Espaço Ética.

Evento: Bate-Papo com o fotógrafo Chico Max, o Padre Paolo Parise e alguns dos imigrantes fotografados
Horário: 16h
Local: Sala do Educativo (15 pessoas)
Preço: Vá de Graça
Observações: Sujeito à lotação da sala. Retirada de ingressos com uma hora de antecedência na Recepção MIS

Sobre o Padre Paolo: O Padre Paolo Parise está à frente da Paróquia nossa Senhora da Paz que faz parte do projeto ‘Missão Paz’, obra dos missionários de São Carlos – Scalabrinianos, que possuem vivência junto aos migrantes, imigrantes e refugiados.
Chico Max é fotografo, designer gráfico e psicólogo com mais de 20 anos de experiência nas artes visuais. Fotografou mais de 50 personalidades como Daniela Mercury, Tom Zé e Isabela Fiorentino. Mais em: www.chicomax.com.br

Encerramento | Para encerrar o evento convidaremos o público para um grande abraço coletivo na área externa do museu.

 


Gostou do artigo? Então deixe um comentário!