Exposição com fotos do acervo de Frida Kahlo fica no MIS até novembro


A repórter Luciana Baudracco foi à exposição com as fotos de Frida Kahlo para conferir de perto essa dica. Veja a resenha sobre a mostra.


Foto da mostra Frida Kahlo - Suas Fotos, Tirada por Letícia Godoy

A repórter colaboradora Luciana Baudracco, foi à exposição Frida Kahlo – Suas Fotos, em cartaz no Museu da Imagem e do Som, para conferir de perto essa dica, e trouxe uma rica análise sobre a artista e sobre a mostra, que fica em cartaz em São Paulo até o final de novembro.

Resenha: Frida Kahlo – Suas Fotos

A vida difícil, marcada pelas conseqüências de uma poliomielite que adquiriu ainda na infância e pelo acidente que modificou sua coluna para sempre, não impediu Frida Kahlo de se dedicar inteiramente à arte. Além de suas obras, a pintora mexicana também se aventurou pela fotografia – presente em seu cotidiano desde pequena, já que seu pai era um reconhecido fotógrafo. Para ela, o álbum fotográfico era uma máquina contra o esquecimento.

[read more=”Continuar Lendo” less=”Resumir Conteúdo”]

São Paulo recebe esse mês as exposições Frida Kahlo – Suas Fotos e Frida Kahlo – Olhares sobre o México, dedicadas às fotografias que fizeram parte de sua vida e que, com o passar dos anos, carinhosamente acumulou. Em algumas delas, Frida fez questão de intervir manualmente por meio de anotações, pinturas, colagens e recortes. Com um acervo pessoal de mais de 6.000 fotografias, as imagens foram encontradas na Casa Azul, lugar onde a artista morou a maior parte de sua vida. Destas, o curador Pablo Ortiz Monastério selecionou 241 para compor a exibição.  No Brasil, a mostra foi dividida entre dois espaços: Museu da Imagem e do Som e o Espaço Cultural Porto Seguro. Uma van transporta gratuitamente os visitantes entre os locais.

A cenografia dá um show visual à parte e conduz o visitante para o mundo particular de Frida, destacando as peculiaridades da fauna e flora de seu país de origem, o México, seus interesses políticos, os instrumentos que a acompanharam ao longo de sua existência e serviram como extensões de seu corpo acidentado. O público segue um caminho demarcado que atravessa as fases mais marcantes de sua vida, desde suas origens até as relações amorosas que vivenciou com Diego Rivera, seu marido, e outras pessoas. Um destaque especial vai para as fotos que eternizaram as visões individuais de Kahlo e importantes nomes da fotografia – também amigos próximos da artista – sobre a cultura mexicana.

Programe-se

Então vamos lá, pegue aí sua agenda e anote. Lembrando que a exposição é dividida em dois locais: A mostra Frida Kahlo – Suas Fotos, ficará aberta à visitação no MIS, em São Paulo, até o dia 20 de novembro, de terça a sábado, das 12h às 20h, e aos domingos e feriados das 11h às 19h. Os ingressos são vendidos a preços acessíveis: R$ 6 inteira e R$ 3 meia.

Já a mostra Frida Kahlo – Olhares Sobre o México está disponível para visitação no Espaço Cultural Porto Seguro, de terça a sábado das 10h às 19h, e domingos e feriados das 10h às 17h. Vale lembrar que há uma van disponível para translado gratuito entre os dois locais.

Resumo dos Serviços

[/read]

Frida Kahlo – Suas Fotos
Horário: Terça a sábado, das 12h às 20h; Domingos e feriados, das 11h às 19h
Onde: MIS – Museu da Imagem e do Som de São Paulo
Endereço: Av. Europa, 158 – Jardim Europa

Frida Kahlo – Olhares Sobre o México
Horário: Terça a sábado, das 10h às 19h; Domingos e feriados, das 10h às 17h
Onde: Espaço Cultural Porto Seguro
Endereço: Alameda Barão de Piracicaba, 610 – Campos Elíseos

Quando: Até 20 de novembro
Ingressos: R$ 3 meia; R$ 6 inteira


Gostou do artigo? Então deixe um comentário!