Diretor brasileiro vence Star Wars e 007 em festival de cinema


Em seu primeiro filme de ação, Daniel Florêncio levou como melhor diretor, pelo longa ‘Chasing Robert Barker’, que também concorreu à premiação de outras duas categorias


Foto do Diretor Daniel Florencio

Em seu primeiro filme de ação, Daniel Florêncio levou como melhor diretor, pelo longa ‘Chasing Robert Barker’, que também concorreu à premiação de outras duas categorias.

Acessibilidade: Este artigo possui links que abrem em uma nova aba do navegador. Este artigo possui uma versão em áudio que você pode ouvir por meio do player abaixo:

Que a indústria de Hollywood é a referência mundial da produção cinematográfica não é uma novidade. Nos últimos anos, porém, vimos peças brasileiras, atuando, dirigindo, e produzindo filmes com níveis comparáveis às grandes produções estadunidenses, vencendo importantes prêmios e ganhando projeção mundial.

Na noite de ontem, quinta, dia 31 de março, o diretor brasileiro Daniel Florêncio deu mais um passo na escada das conquistas nacionais, vencendo o prêmio de melhor filme de ação, com Chasing Robert Barker, ou À Procura de Robert Barker, título em português, no National Film Awards, considerado o principal festival cinematográfico da terra da Rainha.

A produção dirigida por Daniel não apenas venceu o prêmio, mas desbancou concorrentes de peso, como Star Wars: O Despertar da Força, dirigido por J.J. Abrams, e 007 contra Spectre, dirigido por Sam Mendes.

Além de levar o prêmio de melhor filme de ação, o longa de Daniel Florêncio também concorreu nas categorias de melhor ator, e melhor ator coadjuvante.

O filme Chasing Robert Barker aborda a vida dos paparazzi, mas de uma perspectiva diferente. O enredo não foca na vida das personalidades perseguidas pelos fotógrafos, mas na pressão que o profissional vive ao ser designado para a tarefa de registrar imagens indiscretas de um ator.

Em 2014, o diretor mineiro, nascido em Belo Horizonte e radicado em Londres, já havia conquistado o prêmio de melhor filme no festival de Tóquio, com o curta Awfully deep.

Nesta edição do National Film Awards, o ator Tom Hiddleston também foi premiado, como melhor ator, por sua participação no filme High-Rise. Além de Tom, John Boyega, destaque no filme Star Wars: O despertar da força, venceu a categoria de melhor performance; Taron Egerton, de Kingsman e Voando alto, ganhou como revelação; e Samuel L. Jackson ficou com a premiação de melhor ator coadjuvante.

O projeto À Procura de Robert Barker foi financiado por meio do site Kickstarter, permitindo que vários usuários, espalhados por todo o mundo, participassem de uma contribuição coletiva, enviando pequenas quantias em dinheiro para a produção do filme, em troca da inclusão de seus nomes nos créditos, além de outros brindes relacionados ao longa.

Assista ao trailer


Gostou do artigo? Então deixe um comentário!